Empoeirados coloca sobre o palco dois contos de Gero Camilo

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michelfernandes@superig.com.br)

"Empoeirados", em curta temporada no SESC da Av. Paulista
"Empoeirados", em curta temporada no SESC da Av. Paulista

Mais uma vez, a Unidade Provisória do SESC Avenida Paulista é palco de peça adaptada do singelo e poético livro de contos A Macaúba da Terra, do ator e escritor Gero Camilo. Trata-se do espetáculo Empoeirados que se apresenta dentro do projeto Primeiro Sinal, todas as quartas e quintas-feiras às 20h.

Dirigido por Cristiano Karnas, Empoeirados é uma livre adaptação de Ímpares, Do Amor de um Pássaro Por um Lagarto e Caminham Nus Empoeirados e conta a história de dois atores que trocam a pacata vida em sua trupe e se aventuram Brasil afora. Nessa jornada mambembe, temas como o companheirismo, transformação e amor pelo teatro são enfocados.

A primeira incursão na delicada literatura de Gero resultou no pungente Cleide, Eló e as Pêras, com Paula Cohen e o próprio Gero Camilo dirigidos por Gustavo Machado.

Ficha Técnica
Texto: Gero Camilo
Adaptação: Luís Marmora, Cristiano Karnas, Ed Moraes e Armando Amaré.
Direção: Cristiano Karnas
Com: Ed Moraes e Armando Amaré
Assistência de direção: Larissa Salgado

Foto: Divulgação / Gustavo Porto

EMPOEIRADOS. De 03 a 18 de fevereiro. Quartas e quintas, 20 h. Sesc Avenida Paulista. Avenida Paulista, 119. Paraíso – Zona Oeste – (11) 3179-3700. R$ 8.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.