Ensaio é das melhores peças atuais vistas por aqui

Maria Lúcia Candeias*, para o Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br

Espetáculo Ensaio. Foto Otavio Dantas
Espetáculo Ensaio. Foto Otavio Dantas

SÃO PAULO – Ensaio, de Leonardo Moreira (texto e direção), focaliza casais em busca da auto compreensão. Trata a questão com tanta delicadeza que faz lembrar Tom Jobim: “são as águas de março fechando o verão, é promessa de vida no seu coração”.

Em 1950, quando surgiu o Teatro do Absurdo, após a Segunda Guerra Mundial, era natural um tom trágico, mesmo com espaço para o humor, para tratar das incompetências humanas. Durante quase todo o século XIX, pensávamos que a razão era perfeita e incapaz de cometer enganos e que a ciência iria resolver todas as nossas dúvidas. Já pensou que futuro chato? Um mundo sem surpresas? Melhor que a vida tenha bastante ensaio, não temos certeza de como será a estreia. E sobre essa base surge Ensaio

Espetáculo Ensaio. Foto Otavio Dantas
Espetáculo Ensaio. Foto Otavio Dantas

Com dramaturgia assertiva, o diretor Moreira acerta também na escolha de apresentar o espetáculo num palco giratório e desse modo trocar os cenários (Andre Cortez e cenotécnicos Gerson Rodrigues e Lázaro Ferreira). O espectador se pergunta se é o mesmo casal em tantos contextos ou se são vários.

Nesta mesma linha estão os figurinos de João Pimenta, tão discretos que a gente fica em dúvida se vestem cada personagem em cada cena ou se é o mesmo casal em diversos contextos. O mesmo pode ser dito da música de Marcelo Pellegrini que se preocupa com a emoção focada no momento em cena e só. A iluminação de Marisa Bentivegna emoldura com brilho todas as cenas.

São aspectos que ajudam o espetáculo que além deles contam com excelente elenco: Maria Helena Chira que faz a personagem feminina ou todas as mulheres do texto, Rafael Primot que se encarrega de ser seu par e Fabrício Licursi que participa de tudo na maioria das cenas como fotógrafo. Os três se saem maravilhosamente bem, e, participaram da criação da peça.

Por essas e outras, corra ao Teatro GEO no Centro Cultural Thomie Ohtake, rua Coropés 88, travessa da Faria Lima e da Pedroso de Morais. É um espaço com 96 lugares, mas você não pode perder.

FICHA TÉCNICA

Direção e Dramaturgia: Leonardo Moreira

Elenco: Maria Helena Chira, Rafael Primot e Fabrício Licursi

Cenários: André Cortez

Música Original: Marcelo Pellegrini

Iluminação: Marisa Bentivegna

Figurinos: João Pimenta

Vídeos: Farnando Timba

Direção de Produção: Marlene Salgado

Produção: Proscênio Produções Artísticas

 

SERVIÇO

ESPETÁCULO ENSAIO

Temporada: de 18 de janeiro  a 03 de março

Horários: Sextas e sábados às 21h. Domingos às 18h.

·   Dia 8 de fevereiro, sexta-feira, duas sessões, às 21h e 23h;

·    Dias 9 e 10 de fevereiro , sábado e domingo não haverá sessões em virtude do Carnaval;

·    Dias 16, 23 de fevereiro e 02 de março serão duas sessões, às 21 e 23h.

 Ingressos: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (meia)

Capacidade: 96 lugares

Classificação: 14 anos

Duração: 80 minutos

Teatro Geo – Sala Multiuso

Endereço: Rua Coropés, 88, Pinheiros

Telefone para informações: (11) 4003-9949

Ar condicionado. Acesso para PNE. Escadas rolantes e elevadores

Bilheteria: de segunda a domingo das 12h às 20h ou até o início do espetáculo

Formas de pagamento: Dinheiro, cartão de crédito e cartão de débito (todos)

Telefone 11 3728 4929 ou 4930

E-mail: bilheteria@teatrogeo.com.br

 

*Maria Lúcia Candeias é Doutora em teatro pela USP e Livre Docente pela UNICAMP

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*