ESPECTADOR PROFISSIONAL: “SALAMALEQUE” RESGATA AS LEMBRANÇAS FAMILIARES ATRAVÉS DA CULINÁRIA

Nanda Rovere, do Aplauso Brasil (Nanda@aplausobrasil.com)

"Salamaleque". Foto/Crédito: divulgação
“Salamaleque”. Foto/Crédito: divulgação

 

SÃO PAULO – Em “Salamaleque” (expressão árabe “as-salaamu alei­kum” (que a paz esteja contigo), a atriz Valéria Arbex apresenta lembranças familiares, mas que possuem a capacidade de cativar a todos, pois quem não carrega o legado de seus parentes queridos? Quem não tem na sua família receitas que passam de geração em geração? A peça, que está em cartaz no Instituto Cultural Capobianco, é gratuita. A temporada acontece até 26 de abril, nos sábados e domingos, às 16h.

Valéria resgata as cartas de amor trocadas entre seus avós, Nadine e Nicolau, dois imigrantes que eram vizinhos na Síria, mas que se conheceram somente no Brasil.  Eles foram prometidos um para o outro e, como moravam em cidades diferentes, trocaram cartas durante o período de noivado.

Quando completou 30 anos, Valéria recebeu essas cartas no seu aniversário, resolveu encomendar a tradução das mesmas e transformar o seu conteúdo em espetáculo teatral.

Em cena, Valéria vive Elizete e, através dessa personagem, ela revive, com poesia, momentos poéticos da trajetória familiar.

"Salamaleque". Foto/Crédito: divulgação
“Salamaleque”. Foto/Crédito: divulgação

Valéria fala diretamente com a plateia, que faz parte da lista de convidados para uma celebração muito importante. É uma contadora de história que transforma o espaço cênico num local em que a emoção aflora a todo o momento.

A encenação acontece numa sala com as cadeiras dispostas em semi-arena. O espaço é transformado na aconchegante cozinha de Elizete, na casa em que ela passou parte de sua vida, ao lado da família. Enquanto a personagem conversa com a plateia, ela prepara os quitutes para a festa, delícias da culinária árabe dos seus antepassados.

Além do cenário, a trilha sonora também contribui para que o espectador mergulhe na deliciosa história da família Arbex.

Passamos cerca de uma hora na cozinha de Elizete e, através dos quitutes que ela prepara ( e depois serve aos presentes), entramos em contato com a cultura árabe.

Salamaleque é um trabalho para se ver com o coração. No palco, estão as raízes de todos nós, na medida em que, independentemente da nossa ascendência, sempre temos histórias que chegaram até nós, ou que presenciamos, de pais, avós, bisavós e que despertam carinho, poesia, saudade e emoção.

 

Ficha Técnica:

Direção: Denise Weinberg e Kiko Marques

Texto: Alejandra Sampaio e Kiko Marques

Atriz: Valéria Arbex

Cenografia e figurinos: Chris Aizner

Consultoria gastronômica: Graziela Tavares

Trilha sonora original: Sami Bordokan

Iluminação: Guilherme Bonfanti

Fotos: Lenise Pinheiro

Cenotécnico: Mateus Fiorentino

Serviço:

Salamaleque

Instituto Cultural Capobianco. Rua Álvaro de Carvalho, 97 – Centro. Tele­fone: (11) 3237–1187. Temporada: de 24 de janeiro a 26 de abril, sábados e domingos, às 16hoo. Entrada gratuita. Duração: 60 minutos. Capacidade: 40 lugares. Classificação: 12 anos. Informações e reservas:  tel: 11 97499 4243 / email: ciateatraldamasco@gmail.com. A bilheteria abre com uma hora de antecedência.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*