ESPETÁCULO COM MARCO NANINI LOTA AUDITÓRIO IMENSO EM CURITIBA E CRIANÇA QUE CHORA DURANTE PEÇA É VAIADA

Kyra Piscitelli*, do Aplauso Brasil (kyra@aplausobrasil.com)

BEIJE MINHA LÁPIDE
BEIJE MINHA LÁPIDE

 

CURITIBA – O Teatro Positivo Grande Auditório é o maior do Paraná e, portanto, fazer espetáculo lá é um desafio. A peça Beije Minha Lápide, com o ator Marco Nanini, recebeu a missão de ser a primeira montagem do Festival de Curitiba a se apresentar lá. Com capacidade para 2.400 lugares, cerca de 1200 pessoas (segundo dados da produção) foram prestigiar o espetáculo. Era difícil ver espaços vazios e os aplausos e risadas foram esfuziantes.

Em um fato inusitado, uma criança começou a chorar na plateia, os presentes a vaiaram. Logo em seguida, aplaudiram uma cena em que as personagens narravam o incomodo que algumas famílias causavam nos parques e outros lugares públicos com o barulho que causavam.

"Beije Minha Lápide" levou multidão ao Teatro Positivo no domingo (29). Foto/crédito: Kyra Pisictelli
“Beije Minha Lápide” levou multidão ao Teatro Positivo no domingo (29). Foto/crédito: Kyra Pisictelli

Beije Minha Lápide faz mais uma sessão, hoje (30), no mesmo teatro, às 21h.

Mais dois espetáculos passam pelo Teatro durante o Festival: Dias de luta, dias de glória– Charlie Brown Jr O MUSICAL e Selfie com o ator Mateus Solano.

Confira o resto da programação do Teatro Positivo Grande Auditório para o Festival de Curitiba:

Março

Dia 30 – Beije minha lápide

ABRIL

Dias 1 e 2 – Dias de luta, dias de glória – Charlie Brown Jr O MUSICAL

Dias 4 e 5 – Selfie

Saiba toda a programação do Festival de Curitiba no site www.festivaldecuritiba.com.br

*Kyra Piscitelli, editora assistente do Aplauso Brasil, viajou para Curitiba a convite do Festival.

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!