FRANCISCO MEDEIROS DIRIGE PEÇA INÉDITA NO BRASIL

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil

 (michel@aplausobrasil.com)

DO AMOR -CarlosBaldim, AmandaBanffy -foto de Flavio Barollo -bDO AMOR -CarlosBaldim, AmandaBanffy -foto de Flavio Barollo
DO AMOR -CarlosBaldim, AmandaBanffy -foto de Flavio Barollo -bDO AMOR -CarlosBaldim, AmandaBanffy -foto de Flavio Barollo

SÃO PAULO –  Uma radiografia na vida de dois casais é o que resume de imediato Do Amor, texto, inédito no Brasil, do autor francês Phillipe Minyana, cuja estreia será nessa quinta-feira (3), 20h, na Oficina Cultural Oswald de Andrade (OCOA).

Sob direção do tarimbado Francisco Medeiros, Do Amor retrata a vida de Christina, Bob, Ted e Mylène da juventude ao fim dos dias sem, no entanto, recorrer à caracterizações externas.

DO AMOR -GustavoDuque,LaísfMarques -oto de Flavio Barollo
DO AMOR -GustavoDuque,LaísfMarques -oto de Flavio Barollo

“Ele (Phillipe Minyama) escreve como se fizesse escavações; retira elementos da memória e os combina de forma não linear para compor uma figura não homogênea e nos apresenta uma visão de mundo ilegível, com linhas borradas aos olhos cotidianos”, adianta Medeiros.

O diretor aponta, também, a forma como a obra foi escrita como um dos fatores que obriga o intérprete a descobrir “a pontuação, a pulsação do texto, e descobrir sua musicalidade, seu ritmo. O processo de montagem é pleno desafio na busca por uma linguagem cênica nova e autêntica para esta obra”.

“Os estilos épico, dramático e lírico são combinados de forma anárquica tanto nos fatos quanto na estrutura. A encenação, portanto, precisa fazer com que esta anarquia esteja presente com todo o seu rigor”, completa.

 

Ficha técnica

 

Espetáculo: ​Do Amor

Texto: Philippe Minyana

Tradução: Amanda Banffy

Direção: Francisco Medeiros

Elenco: Amanda Ban​ffy, Carlos Baldi​m​, Gustavo Duque e Laís Marques

Assistente de direção e preparação corporal: Fabricio Licursi

Cenografia e adereços: Heron Medeiros

Trilha Sonora: Dr Morris

Figurino: Marichilene Artisevskis

Iluminação: Igor Sane

Direção de produção e administração: Maurício Inafre

Assistência de produção: Mya Morales

Fotos: Flavio Barollo
Assessoria de imprensa: Verbena Comunicação

Realização: Cacildinha Produções

Co-realização: Banffy Produções Artísticas

 

Serviço

 

Estreia: dia 3 de setembro. Quinta­-feira, às 20 horas

Oficina Cultural Oswald de Andrade (Teatro)

Rua Três Rios, 363 ­ Bom Retiro/SP. Tel: (11) 3221-­5558

Temporada: quintas, sextas e sábados, às 20 horas – Até 24/10

Ingressos: Grátis – Retirar 2h antes das sessões.

Duração: 80 min. Gênero: Comédia dramática anárquica. Classificação: 14 anos

Capacidade: 40 lugares. Ar Condicionado. Não possui acessibilidade.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*