FTC: Atores de Laura dão voz à lógica do Teatro do Absurdo

Michel Fernandes*, para o Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com.br)

Daniel Herz, diretor de  Absurdo  da companhia Atores de Laura
Daniel Herz, diretor de Absurdo da companhia Atores de Laura

CURITIBA – Em 2011, a companhia carioca Atores de Laura apresentou Adultérios, resultado da imersão no universo do autor italiano Luigi Pirandello, hoje e amanhã, a trupe apresenta na  22ª edição do Festival de Teatro de Curitiba a peça Absurdo, uma incursão aos autores do chamado Teatro do Absurdo (Ionesco, Beckett, Pinter, entre outros) com a missão de dar voz à lógica desse gênero de teatro.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã de hoje, Daniel Herz falou sobre a dificuldade em mergulhar numa lógica considerada ilógica sem escorregar no lugar-comum de tratar esses comportamentos absurdos como loucura das personagens.

“Sair da lógica cartesiana é muito difícil. Para entrar na lógica do absurdo, normatizamos algumas coisas como não nomear nenhuma atitude como loucura. Estabelecemos um jogo entre significante e significado, concretizando a palavra até a última dimensão”, esclareceu Herz.

O texto foi criado coletivamente e trata sobre duas famílias que tem um filho em comum. Fora da casa dessas famílias, o mundo é tão perigoso que quase ninguém mais consegue sair. Segundo Herz, o objetivo é provocar uma leitura sobre a indignação com a finitude da vida, a incomunicabilidade na relação entre as pessoas e trazer certa acidez na forma de ver como as coisas acontecem.

A partir de Maio a companhia faz temporada no Teatro Laura Alvim, no Rio de Janeiro, com os espetáculos Enxoval, Absurdo e também estreiam a peça Beatriz baseada em dois livros de Cristovão Tezza.

Atores de Laura se apresenta nesse domingo (31), às 19h, e segunda-feira (01/04), às 21h, no Teatro da Reitoria. (com colaboração de João Manuel Mota)

*Michel Fernandes viajou à convite do Festival de Teatro de Curitiba

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.