GRÁTIS: DOMINGO DE ARTE NA ZONA LESTE DE SÃO PAULO COM O GRUPO GRUPO XIX DE TEATRO

Redação do Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com

GrupoSÃO PAULO – O Grupo XIX de Teatro realiza, em 19 de julho, a Domingueira XIX,das 12h às 17h, na Vila Maria Zélia. A abertura é com a exposição Faz de Conta de Ligia Yamaguti (às 12h), em seguida vem o espetáculo Eu Tenho Uma História, com o Grupo Sobrevento (às 13h), logo depois sessão da peça Hysteria, do Grupo XIX de Teatro (às 15h) e encerramento com show da cantora e compositora Crikka Amorim (às 17), integrante do grupo Samba de Rainha. Toda programação é gratuita.

As ações fazem parte do projeto Teorema: Sobre Certezas, Hipóteses e Vagalumes, contemplados pela 26º Edição da Lei do Fomento ao Teatro Para a Cidade de São Paulo, que prevê, ainda, a montagem de espetáculo inédito sobre a obra Teorema, de Pier Paolo Pasolini, com dramaturgia de Alexandre Dal Farra em colaboração com Grupo XIX de Teatro (previsão de estreia no segundo semestre).

Com o objetivo de despertar o interesse dos moradores da região e formar novas plateias, além do público que já acompanha do trabalho do grupo, a Domingueira XIX traz uma programação de exposição, peças e atividades culturais diferentes a cada mês.

Programação Domingueira XIX

 

Dia 19 de junho – Domingo

12h – Exposição Faz de Conta de Ligia Yamaguti

13h – Espetáculo Eu Tenho Uma História, com o Grupo Sobrevento de Teatro

15h – Espetáculo Hysteria com Grupo XIX de Teatro

17hShow Crikka Amorim

 

Sinopses dos espetáculos

Espetáculo Hysteria
No final do século XIX, nas dependências de um hospício feminino, cinco personagens internadas como histéricas revelam seus desvios e contradições – reflexos diretos de uma sociedade em transição, na qual os valores burgueses buscavam adequar a mulher a um novo pacto social. Cenicamente, abdica-se do palco e dos recursos de sonoplastia e iluminação, optando-se por um espaço não convencional, no qual a plateia masculina é separada da plateia feminina que é convidada a interagir com as atrizes. Esta interação, aliada a textos previamente elaborados, gera uma dramaturgia híbrida e única a cada apresentação.

Ficha técnica
Direção: Luiz Fernando Marques. Criação, pesquisa de texto e figurinos: Grupo XIX de Teatro. Elenco: Evelyn Klein, Mara Helleno, Janaina Leite, Juliana Sanches e Tatiana Caltabiano. Produção Executiva: Vanessa Candela. Produção: Grupo XIX de Teatro. Duração: 70 minutos. Classificação: 14 anos. Capacidade: 120 lugares.

 

Espetáculo Eu Tenho Uma História
Utilizando a linguagem do Teatro de Objetos, o espetáculo é resultado de pesquisa do grupo sobre histórias e personagens do bairro do Brás. Os atores buscaram relatos de jornais, coletaram depoimentos de quem viveu naquele Brás de outrora, conversaram com vizinhos, dando início a um movimento de resgate da memória afetiva da região.

As apresentações acontecem em tendas montadas em círculo. Cada história é apresentada em uma tenda e dura de 10 a 15 minutos cada. As sessões podem acontecer seguida e simultaneamente, durante uma hora aproximadamente, de acordo com o público presente.

Ficha técnica:
Direção e cenografia: Luiz André Cherubini. Dramaturgia: Grupo Sobrevento. Elenco: Daniel Viana, Liana Yuri, Sandra Vargas e Maurício Santana. Montagem: Marcelo Amaral, Anderson Gangla, J.E. Tico e Agnaldo Souza. Confecção das tendas: Agnaldo Souza, Anderson Gangla, J. E. Tico e Thaís Larizzatti. Produção Executiva: Lucia Erceg. Duração: 60 minutos. Classificação: Livre.

Show Crikka Amorim
Integrante do grupo Samba de Rainha, Crikka Amorim é cantora, compositora, violonista, arranjadora e diretora musical. Começou carreira após passagem pelo Garganta Profunda, grupo vocal que renovou a cena musical do Rio de Janeiro.  Possui dois álbuns gravados No Ponto (2004) e Pirataria – Rita Lee por Crikka Amorim (2008).

Exposição Faz de Conta de Ligia Yamaguti
Formado por 5 móbiles feitos de diferentes materiais como gravetos, tecidos e bordados, ficam pendurados por galhos e funcionam como cenas de brincadeira de criança onde a imaginação completa o quadro. Outro móbile formado por telas, desenhos e alguns objetos cedidos por amigos da artista fica fixado na parede. Esta obra se chama O Vazio de Cada Um ou O Faz de Conta dos Outros.

Formada em Artes Plásticas pela FAAP, Ligia Yamaguti tem pós-graduação em designer de interiores pela Scuola Politecnica di Milano, Itália. Especializou-se em trompe l´oeil (engano do olho), técnica de pintura antiga que cria uma ilusão ótica no Institut Superiour de Peinture Decorative de Paris/IPEDEC.

Serviço:

DOMINGUEIRA XIX – Dia 19 de junho, das 12h às 17 horas, na Vila Maria Zélia. Grátis.

Rua Mário Costa 13 (Entre as ruas Cachoeira e dos Prazeres) – Belém. Telefone – (11) 2081-4647. Acesso para deficientes físicos. Informações e reservas, de segunda a sexta-feira das 14 às 18h. Estacionamento gratuito. Site – www.grupoxix.com.br