Grupo cearense comemora 15 anos no SESC Pinheiros

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com.br)

LESADOS
LESADOS

SÃO PAULO – No ano em que completa seu 15º aniversário, o Grupo Bagaceira de Teatro, de Fortaleza (CE), comemora com Lesados, peça de seu repertório escrita por Rafael Martins e dirigida por Yuri Yamamoto, que estreia quinta-feira (8), 20h30, no Auditório do SESC Pinheiros.

Lesados se apresentou, há alguns anos, no Festival de Teatro de Curitiba e traz quatro personagens presos em si mesmos, petrificados, que, decididos a saírem de sua inércia se deparam com as típicas questões filosóficas: “Sair para onde? Como chegar ao fim? O que é o fim? E para que sair?”.

LESADOS
LESADOS

Segundo o material de divulgação, a peça busca, por meio do humor ácido e existencial, apresentar essas pessoas que precisam sair de onde estão, mas não querem, não conseguem ou simplesmente não sabem por onde começar.

Sobre o Grupo Bagaceira de Teatro
Criado em 2000, exercendo atividades ininterruptas, o Grupo Bagaceira logo alcançou reconhecimento nacional pela sua pesquisa autoral. Com textos e direções próprias, o grupo lançou desafios no âmbito da construção cênica e dramatúrgica, o que resultou no adensamento de uma linguagem particular que vem sendo apresentada nos principais festivais e mostras de todo país, provocando uma reflexão sobre um novo olhar do que é produzido no Nordeste. Com 14 espetáculos no currículo e mais de 20 esquetes, contabiliza mais de 800 apresentações. Hoje, em seu repertório figuram Lesados, O Realejo, Engodo, Meire Love, A Mão na Face, Interior, os infantis Tá Namorando! Tá Namorando e O Pequeno Casaco Solitário, além do espetáculo de rua Por que a gente não é assim? Ou por que a gente é assado?.

FICHA TÉCNICA:

Texto: Rafael Martins
Direção: Yuri Yamamoto
Elenco: Démick Lopes, Rogério Mesquita, Ricardo Tabosa e Tatiana Amorim
Cenário e figurino: Yuri Yamamoto
Iluminação e sonoplastia: Yuri Yamamoto e Rogério Mesquita
Operação de luz e som: Rafael Martins e Yuri Yamamoto
Fotos: Rafael Escócio
Produção: Rogério Mesquita
Assistente de Produção: Mikaelly Alves
Realização: Grupo Bagaceira de Teatro

SERVIÇO

Lesados, com o Grupo Bagaceira de Teatro (CE)
Local:
 Auditório (3° andar), 98 lugares
Data: 8 de janeiro a 14 de fevereiro de 2015
Horário: Quinta a sábado, às 20h30
Duração: 50 minutos
Classificação: Acima de 12 anos
Ingressos: R$ 25,00 (inteira). R$ 12,50 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$ 7,50 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). Ingressos à venda pelo portal www.sescsp.org.br e nas bilheterias das unidades do SescSP.
Venda limitada a quatro ingressos por pessoa. Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.

Sesc Pinheiros

Endereço: Rua Paes Leme, 195
Tel.: (11) 3095-9400
Horário de funcionamento da bilheteria: Terça a sexta das 10h às 21h. Sábados das 10h às 21h, domingos e feriados das 10h às 18h.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Matriculados no Sesc: R$ 6,00 nas três primeiras horas e R$ 1,00 a cada hora adicional. Não matriculados no Sesc: R$ 8,00 nas três primeiras horas e R$2,00 a cada hora adicional.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.