Grupo Clowns de Shakespeare encena versão de Hamlet

Redação do Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br)

Clows de Shakespeare comemora 20 anos com "Hamlet"
Clows de Shakespeare comemora 20 anos com “Hamlet”

SÃO PAULO- Hamlet – Um Relato Dramático Medieval estreia quinta-feira (4), às 20 horas, no Teatro do Sesc Ipiranga. A temporada é às quintas e sextas, às 20 horas. Direção Marcio Aurelio. Elenco: Camille Carvalho, César Ferrario, Dudu Galvão, Joel Monteiro, Marco França, Paula Queiroz, Renata Kaiser, e Titina Medeiros. A direção é de Marcio Aurélio.

Depois de passar pelo Festival Teatro de Curitiba e circular pelo nordeste, a peça estreia na capital paulista. A produção teatral comemora os 20 anos dos Clowns de Shakespeare, grupo teatral sediado em Natal (Rio Grande do Norte), que no trabalho anterior foi dirigido pelo diretor Gabriel Villela, no espetáculo Sua Incelença, Ricardo III

Márcio Aurélio assina a direção de "Hamlet"
Márcio Aurélio assina a direção de “Hamlet”

O processo de trabalho com o diretor Marcio Aurelio foi marcado por intensas leituras de cinco traduções de Hamlet. O diretor leva para o palco uma livre adaptação do conhecido texto de Shakespeare, uma versão radiofônica da obra, feita por Bertolt Brecht; por isso a escolha do título Hamlet – Um Relato Dramático Medieval. .

 

A trama não é linear, mas mantém as características do texto original que apresenta a  luta de Hamlet para vingar a morte de seu pai, rei da Dinamarca. Uma trajetória recheada de demência, conspirações políticas, mortes e traições.

 

A montagem apresenta cenas coreografadas e marcadas pela precisão nas falas e movimentações para valorizar a força do texto e a existência de um mundo em transição, onde é tênue o limite entre a sanidade e a loucura.

 

Hamlet é aberto a várias interpretações, o Marcio Aurelio trouxe uma leitura que ressalta uma época em que tudo está de cabeça para baixo, um mundo de transição. O protagonista é a única voz lúcida da trama e para atingir seu objetivo procura representar uma loucura e conseguir um diálogo”, conta Fernando Yamamoto, diretor artístico da trupe e assistente de direção em Hamlet.

 

O objetivo é traçar um paralelo entre o desequilíbrio gerado pelas mudanças políticas e sociais representado na obra com a realidade atual do Brasil.

 

O cenário tem como destaque um andaime com uma porta metálica, seis cadeiras de ferro, dois microfones ( usado em outras encenações do diretor) e um pano de fundo negro, que no final da trama é trocado por outro vermelho..

A luz cria um clima noir para ressaltar o tempo de incertezas e os figurinos tem uma textura simples para impor um caráter atemporal à história.

 

A trilha sonora serve para aumentar a dramaticidade dos diálogos e os atores utilizam música ao vivo em alguns momentos, prática que é tradição no grupo.

 

Ficha técnica: 

Direção: Marcio Aurélio.

Elenco: Camille Carvalho, César Ferrario, Dudu Galvão, Joel Monteiro, Marco França, Paula Queiroz, Renata Kaiser, e Titina Medeiros.

Texto original:William Shakespeare.

Adaptação do texto: Lígia Pereira e Marcio Aurelio.

Figurino: Lígia Pereira e Marcio Aurelio.

Cenário: Marcio Aurelio.

Desenho de luz: Ronaldo Costa.

Direção musical e música original: Marco França.

Serviço:

Hamlet – Um Relato Dramático Medieval

Estreia: 4 de julho, às 20 horas. Temporada: De 4 de julho a 26 de julho. Horários: Quintas e Sextas às 20 horas. Ingresso: R$ 30,00 – inteira, R$ 15,00 – (usuários matriculados no SESC e dependentes, maiores de 60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino), R$ 7,50 – (trabalhador do comercio e serviços matriculados no SESC e dependentes). Bilheteria: Ingressos a venda na rede SESCSP a partir de 25/06/2013.Duração: 105 minutos. Classificação indicativa: 14 anos. Local: SESC Ipiranga (Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga – São Paulo – SP – Telefone: 11 3340-2000. Acesso para portadores de necessidades especiais). Capacidade: 200 Lugares.

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*