“HERMANAS SON LAS TETAS” PROPÕE INTEGRAÇÃO LATINA NO FESTIVAL DE CURITIBA

Kyra Piscitelli, do Aplauso Brasil (kyra@aplausobrasil.com.br)

O autor e diretor argentino Juan Manuel Tellategui, entre Lauanda Varone e Liza Caetano, atrizes de sua peça "Hermanas Son las Tetas". Foto: Miguel Arcanjo Prado
O autor e diretor argentino Juan Manuel Tellategui, entre Lauanda Varone e Liza Caetano, atrizes de sua peça “Hermanas Son las Tetas”. Foto: Miguel Arcanjo Prado

CURITIBA – Um intenso diálogo artístico entre um diretor, ator e dramaturgo argentino e duas atrizes brasileiras move a peça Hermanas Son las Tetas.  A obra participa do 25º Festival de Teatro de Curitiba com quatro sessões: quinta (31), 17h30; sexta (1º), 20h30; sábado (2), 11h; e domingo (3), 14h30, no Solar do Barão (r. Presidente Carlos Cavalcante, 533, Curitiba), com ingresso a R$ 10.

Juan Manuel Tellategui está no comando do espetáculo, que conta com as atrizes Lauanda Varone e Liza Caetano na pele de duas irmãs antagônicas. Não bastasse a rivalidade em casa, as personagens Angustias e Magdalena são atrizes e precisam trabalhar juntas para tentar recuperar o sucesso perdido.

Entretanto, cada uma possui ideologia diferente, o que gera embate constante. Uma é mais cabeçuda, a outra, mais glamourosa. Independentemente dos confrontos, ambas não deixam de ser artistas do palco, sabedores das dores e delícias que isso traz.

“É uma peça que fala de como as relações pessoais/familiares podem ser afetadas quando estão atravessadas pelo sistema de trabalho e as formas de produção em um determinado contexto social”, tenta definir o autor e diretor.

O autor e diretor argentino Juan Manuel Tellategui e as atrizes da peça "Hermanas Son las Tetas, Lauanda Varone e Liza Caetano participam juntos do Fringe pela primeira vez. Foto: Miguel Arcanjo Prado
O autor e diretor argentino Juan Manuel Tellategui e as atrizes da peça “Hermanas Son las Tetas, Lauanda Varone e Liza Caetano participam juntos do Fringe pela primeira vez. Foto: Miguel Arcanjo Prado

A peça é uma homenagem ao próprio teatro e celebra os 20 anos de carreira de Tellategui, que começou aos 15 anos em sua cidade natal, Zárate, na Argentina, e depois passou com sucesso pelo teatro portenho, onde fez obras como Frágil e La Banalidad.

Esta é primeira peça escrita e dirigida por ele no Brasil, para onde mudou-se em 2011, após 15 anos de teatro e cinema argentinos. Em Buenos Aires, ainda atuou em filmes como Pompeya, Las Pistas e Puto. Em 2015, estreou no cinema brasileiro em Divã a Dois. No teatro paulistano, esteve em América Vizinha e Cabaret.

Curitibanos
Tanto Tellategui, quanto Lauanda e Liza estreiam num palco curitibano neste Festival. “Leandro Knopfholz conseguiu criar um festival que movimenta o intercâmbio entre artistas, espectadores e a cidade. Em Curitiba, as inquietudes do teatro se respiram no ar”, afirma o diretor.

Liza complementa: “Confesso que estou empolgada em ser parte do repertório de um festival de tanta visibilidade”. Ao que Lauanda define: “Viajar com o espetáculo dá a sensação de expansão, de quebrar molduras”.

Para dialogar ainda mais com Curitiba, o argentino convidou Simone Magalhães, Stéfano Belo e Patricia Cipriano para participações especiais na peça. O trio é da trupe curitibana Selvática Ações Artísticas, admirada por Tellategui desde quando os viu em Curitiba como espectador.

O próprio diretor fará a performance no primeiro dia, deixando a tarefa aos convidados nas três sessões seguintes. “Hermanas tem a característica de sempre convidar performers.  Quando decidimos ir a Curitiba, a Selvática veio imediatamente à mente, porque seu trabalho tem relação direta com a encenação. Estou honrado que tenham aceitado o convite para estabelecermos mais este intercâmbio”, declara Tellategui.

Veja teaser do espetáculo: 

Hermanas Son las Tetas – 25º Festival de Teatro de Curitiba
Quando:
31/03/2016 – Quinta – 17h30
01/04/2016 – Sexta – 20h30
02/04/2016 – Sábado – 11h
03/04/2016 – Domingo – 14h30
Onde: Solar do Barão (sala Scabi) – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Centro, Curitiba – Tel. 41 3321-3334
Duração: 60 minutos
Quanto: R$ 10
Classificação etária: 12 anos
Mais informações: https://www.facebook.com/Hermanas-Son-las-Tetas-284719401726777/

Ficha técnica:
Hermanas Son las Tetas
Direção e dramaturgia:
 Juan Manuel Tellategui
Elenco: Lauanda Varone e Liza Caetano
Artistas convidados: Simone Magalhães, Stéfano Belo e Patricia Cipriano, da Selvática Ações Artísticas
Iluminação: Osvaldo Steavnv
Sonoplastia: Juan Manuel Tellategui
Cenografia e produção: Juan Manuel Tellategui e Las Tetas Cia. de Teatro

Saiba mais sobre Hermanas Son Las Tetas em entrevista realizada durante a primeira temporada em São Paulo.

Acompanhe o Festival de Teatro de Curitiba: http://festivaldecuritiba.com.br/

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*