Herson Capri e Priscila Fantin protagonizam A Entrevista

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

“A Entrevista” by Caio Gallucci

SÃO PAULO – A Entrevista fecha a grade de programação de 2012 do Teatro Vivo, em São Paulo. O texto é de Theodor Holman. Direção Susana Garcia. Daniel Filho é o responsável pela direção geral. No elenco estão Herson Capri e Priscila Fantin. A estreia é sexta-feira (16), às 21h30, no Teatro Vivo.

“A Entrevista” by Caio Gallucci

Depois de assinar a direção do espetáculo As Mulheres da Minha Vida, com Antonio Fagundes, em 2005, Daniel Filho, conhecido artista de TV e cinema, está de volta aos palcos paulistanos com A Entrevista. Ele assina a direção geral e contou com a ajuda de Susana Garcia, que foi a responsável por acompanhar os ensaios. Susana recentemente assinou a direção de Conversando com Mamãe, com Herson Capri e Beatriz Segall no elenco e do espetáculo O Matador, que ainda não foi apresentado no eixo Rio – São Paulo.

“A Entrevista” by Caio Gallucci

Na verdade, Daniel é o idealizador do projeto e fez uma espécie de supervisão. Ele e Susana Garcia se encontraram algumas vezes e Daniel, segundo Susana, com uma objetividade louvável, a ajudou muito no processo de criação, dando sugestões para a composição dos personagens e elaboração das cenas.

A estreia da peça A Entrevista foi para Daniel Filho a consolidação de um projeto acalentado há cerca de cinco anos, quando entrou em contato com o filme homônimo de Theo Van Gogh e ficou encantado com a história.

Segundo Daniel, o grande mérito da obra é ser agradável e apresentar um fato atual e oportuno, que pode acontecer em qualquer lugar do mundo em que a fisionomia das mulheres pode ser apreciada.

O diretor diz que vira e mexe meus olhos se viram para o teatro porque ele é principio de tudo. Para ele é um enorme prazer trabalhar no teatro, sobretudo pisar no palco e poder contemplar a plateia: ¨ Tenho um respeito muito grande pelo palco. O teatro é um templo. Ao subir no palco me emociono¨, diz.

¨No teatro o artista está no seu estado puro, expõe toda a sua emoção e manda no espetáculo¨, complementa o diretor.

A Entrevista é uma comédia, com pitadas de drama, que apresenta o relacionamento entre uma linda e famosa atriz de novelas, Mariah, e o jornalista Pedro Pierre, especialista em política internacional.

O texto discute o quanto as notícias das celebridades são valorizadas na atualidade e coloca em xeque a ética do jornalista, que não consegue ficar imune aos encantos da sua entrevistada.

Pierre já foi correspondente de guerra e tem contatos em Brasília, mas está em decadência por causa de um deslize.

“A Entrevista” by Caio Gallucci

Recebeu do seu chefe a tarefa de entrevistar Mariah, uma atriz que protagoniza novelas e é famosa mais por sua beleza e seus relacionamentos amorosos do que pelo seu talento.

O jornalista não esconde a sua indiferença com relação ao mundo das celebridades e se sente ofendido, pois não está acostumado a trabalhar num ambiente em que as fofocas sobre a vida pessoal são mais importantes do que o talento profissional. Ele tem que aprender a lidar com o universo dos famosos.

Obviamente não está feliz com a tarefa de entrevistar Mariah e apresenta impaciência e falta de experiência para realizar esse trabalho.

No decorrer da entrevista, no entanto, o jornalista e a atriz sentem atração um pelo outro; a chamada objetividade jornalística fica comprometida.

A conversa entre os dois se transforma num instigante jogo de sedução. Não é possível definir, até o final da peça, se os protagonistas estão sendo sinceros um com o outro.

Mariah é deslumbrada com a fama, muito bonita e deixa Pierre perplexo porque além da beleza física, prova ser uma pessoa inteligente e esperta.

“A Entrevista” by Caio Gallucci

Em diversos momentos, Mariah coloca o jornalista diante de situações em que ele acaba caindo em contradições e a confiança entre entrevistador e entrevistado fica comprometida.

Os atores Herson Capri e Priscila Fantin contracenam pela primeira vez nos palcos e conseguem dar veracidade aos personagens.

A escolha dos atores, de acordo com Daniel Filho, foi acertada: ¨Priscila é bonita, estrela de TV, que sai em paparazzi e possui o perfil ideal para a protagonista; Herson Capri tem o peso ideal para viver Pierre, opina o diretor.

Com relação a Pierre, Herson Capri destaca que o jornalista se sente superior aos outros, no topo, porque está acostumado a conversar com a inteligência política, mas está em decadência por questões pessoais. Além disso, tem pose de intelectual e se mostra preconceituoso com relação aos artistas, os quais considera pessoas inferiores.

Para Priscila, participar dessa montagem foi um grande aprendizado. A atriz elogiou a competência do seu colega de palco e dos diretores. A atriz declara que ficou encantada com o texto porque, nas suas palavras, ¨estamos vivendo um período em que o culto das celebridades está cada vez maior¨.

Sobre Mariah, Priscila salienta que a personagem tem um temperamento muito diferente do seu e esse fato também contribuiu para que realizasse o trabalho com prazer: ¨Sou apaixonada pelo meu ofício e quero ser atriz, não famosa.  Sou calma e atenta. Já a minha personagem assumiu o lugar de celebridade e sabe manipular o seu sucesso, conta a triz.  ¨Mariah é uma devoradora de homens e conhecida pelo seu corpo e status¨, complementa a atriz.

A Entrevista é mais uma produção teatral com o patrocínio da Vivo, que integra o Programa Vivo EnCena, que tem a curadoria de Expedito Araujo. O programa apoia a produção de espetáculos e fomenta o aprimoramento de artistas, através de oficinas, workshops e diálogos sobre o fazer teatral.

Ficha técnica:

 

TEXTO: THEODOR HOLMAN – BASEADO NO FILME DE THEO VAN GOGH

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: EUCLYDES MARINHO

DIREÇÃO: SUSANA GARCIA

ELENCO: HERSON CAPRI e PRISCILA FANTIN

PARTICIPAÇÃO EM VIDEO: CARLOS SEIDL

DIREÇÃO GERAL: DANIEL FILHO

ASSISTENTE DE DIREÇÃO: CECÍLIA DASSI

CENÁRIO: FLAVIO GRAFF

ILUMINAÇÃO: PAULO CESAR MEDEIROS

FIGURINOS KIKA LOPES

TRILHA SONORA ORIGINAL ALEXANDRE ELIAS

PRODUÇÃO GERAL: SANDRO CHAIM

REALIZAÇAO: CHAIM PRODUÇOES E LEREBY PRODUÇOES

Serviço:

A ENTREVISTA

Teatro Vivo(290 lugares)

Avenida Chucri Zaidan, 860 – Morumbi

Bilheteria do Teatro: 7420-1520 – www.teatrovivo.com.br

Bilheteria: de terça a quinta, das 14h às 20h. De sexta a domingo, a partir das 14h.

Vendas 4003-1212 – www.ingressorapido.com.br

Sexta às 21h30 | Sábado às 21h | Domingo às 19h

Ingressos: Sexta e Domingo R$ 50. Sábado R$ 70

Duração: 75 minutos

Recomendação: 16 anos

Curta Temporada: de 16 de novembro a 9 de dezembro

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*