LAILA GARIN SE APRESENTA NO TEATRO PORTO SEGURO

Fernando Pivotto, para o Aplauso Brasil (fernando@aplausobrasil.com)

laila garinSÃO PAULO – A atriz, que viveu Elis Regina no espetáculo Elis, A Musical apresenta show com roupagem intimista. O repertório inclui clássicos da MPB, músicas da nova safra de compositores e canções em francês. A apresentação, no dia 8 de março, celebra o Dia Internacional da Mulher.

Comemorando o Dia Internacional da Mulher, a cantora e atriz Leila Garin apresenta seu show Rabisco no Teatro Porto Seguro. A banda A Roda – Ricco Viana (guitarra e violão), Rick De La Torre (bateria) e Marcello Müller (baixo) – acompanha a cantora.

Criado em parceria entre Garin e A Roda, Rabisco traz os compositores da nova geração Dani Black (Sonhos Pintados), Moyseis Marques (Juntando Cacos), Renato Luciano (Vamos Batucar e Flor da Ilusão) e Juliano de Holanda (Não Me Deixe) e releituras de sucessos como Se Eu Quiser Falar Com Deus (Gilberto Gil), Canteiros (Cecilia Meireles/Fagner), Aguenta Coração (Ed Wilson/Paulo Sérgio Valle), Zumbi (Jorge Ben Jor), entre outras.

Homenageando sua origem francesa, Garin interpreta L’ Accordeoniste  (Michel Emer), sucesso na voz de Edith Piaf e Marlene, do grupo de rock francês Noir Désir.

Embora os artistas tenham experiências teatrais, Rabisco segue um caminho diferente.  “Aqui o objetivo é fundamentalmente a música, incluindo suas letras e poesia. Respirar no mesmo compasso, embalados pelo sentimento e assim criar os arranjos musicais em conjunto. Acho que trazemos isso da nossa trajetória no teatro. Faz parte da nossa formação e experiência como artistas”, explica a cantora.

O show, que estreou despretensiosamente no Rio de Janeiro em 2015, vem ganhando força desde então. Sua curta temporada no Beco das Garrafas gerou buzz suficiente para render um convite para participar do projeto Cantrizez, no Teatro dos Correios e ganhou elogios de nomes consagrados da MPB como Geraldo Azevedo, Pedro Luis e Ney Matogrosso.

“Nossa ideia é criar um público espontâneo, genuíno, gerado pelo boca-a-boca. Isto também faz parte do conceito de Rabisco. Fizemos uma espécie de residência no Beco das Garrafas onde podíamos compartilhar com os amigos, convidar compositores, trocarmos com eles, receber suas sugestões, conhecer músicas inéditas, justamente para ir experimentando e incluindo no nosso repertório.”, finaliza.

RABISCO
Voz: Laila Garin
Guitarra e Violão: Ricco Viana
Bateria: Rick De La Torre
Baixo: Marcello Muller 

Serviço:
08 de março. Terça-feira, às 21h
Ingressos: R$ 80,00 plateia / R$ 50,00 balcão e frisas
Teatro Porto Seguro. Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo.