Leandro Knopfholz: “Termino o Festival muito satisfeito”

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Com recorde de ingressos esgotados, programação com nível superior a outras edições, atividades paralelas de relevo indiscutível – como PUC Ideias e SESI Dramaturgias – , a 20ª edição do Festival de Curitiba acaba amanhã com saldo altamente positivo estampado na face de seu diretor artístico: Termino o Festival satisfeito”, disse.

No terceiro ano à frente da direção artística do Festival de Curitiba, Leandro Knopfholz acredita que “a maturidade na gestão do Festival vem da tentativa em acompanhar o profissionalismo das companhias que se apresentam na Mostra Oficial”, pontua.

Esta edição contou com espetáculos de mais de 14 companhias, dentre elas o mineiro Grupo Galpão, que estreou Tio Vânia, de Tchekhov; Trilhas Sonoras de Amor Perdidas, da Sutil Cia. De Teatro e a Companhia de Dança Deborah Colker (que faz hoje a pré-estreia nacional de sua nova coreografia, Thatyana).

Leandro não desvia da característica comercial do evento:

“Temos sempre que pensar no público e o leigo gosta de espetáculos de apelo comercial, sem perder de vista a qualidade. E esse ano acho que conseguimos isso. Vendemos quase 200 mil ingressos e espetáculos com O Livro, Os 39 Degraus, Anjo Negro e Édipo esgotaram”, conclui.

*Michel Fernandes viajou a convite do Festival de Curitiba

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*