“Ligações Perigosas” é imperdível

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Maria Fernanda Cândido e Marat Descart em "Ligações Perigosas"

Há quanto tempo não se assiste a uma peça com trajes de época e atores lutando esgrima! Alfredo Mesquita também deve estar adorando, onde quer que esteja, pois incluiu esses conhecimentos na sua Escola de Arte Dramática. Além desses aspectos “Ligações Perigosas”, coloca no palco ótimos atores, entre os quais cito Chris Couto e Clara Carvalho e mais seis, isso sem contar os dois excelentes protagonistas, Maria Fernanda Cândido e Marat Descartes.

São qualidades que por si só já fariam a montagem imperdível, mas somam-se à elas a divisão do palco pela cenografia: é perfeita (quem assina são os artistas Guta Carvalho e Frank Deseuxis). Os figurinos maravilhosos são de Maria Gonzaga, a trilha leva a assinatura da consagrada Tunica. Isso sem contar a iluminação do “Doutor” Maneco Quinderé (que já passou de mestre e merece o título de doutor).A gente se pergunta se com essa turma qualquer um não faria um super espetáculo, mas não é bem assim. Quem coordena tudo é o diretor, um trabalho difícil (cada componente do grupo experiente pensando uma coisa), o qual Mauro Baptista

Maria Fernanda Cândido

Vedia (ficou conhecido por “A Festa de Abigail”), já provou que tira de letra.

Soma-se a tudo isto, o fato de que o texto de Christopher Hampton, mostra-se atual, mesmo depois de mais de 20 anos, embora possa ser considerado machista, ou antimonárquico na medida em que o autor é inglês. É muito atual, a despeito de simplesmente ilustrar as conclusões de Maquiavel, vigentes hoje e sempre, constantes de carta escrita ao redor de 1500.

É um espetáculo a que se assiste com enorme prazer.

Não perca.

SERVIÇO:

Ligações Perigosas / Teatro FAAP /Rua Alagoas, 903, Higienópolis / fone 3662-7232 /  504 lugares / 6ª. 2lh30, Sab. 21h, dom. 18h /Ingressos R$ 70,00 (6ª. e domingo) e R$ 80,00 (sábado) /120 minutos / 14 anos /  até 16-12.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.