Macbeth, com Marcello Antony, permanece em cartaz até agosto

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Marcelo Antony protagoniza "Macbeth"

SÃO PAULO – O espetáculo Macbeth, em cartaz no Teatro Vivo, terá a sua temporada ampliada até o dia 19 de agosto. A tradução é de Marcos Daud. A direção e adaptação são de Gabriel Villela.

A versão do clássico de Shakespeare apresenta a história do ambicioso Macbeth (Marcello Antony), que com a ajuda da mulher, Lady Macbeth (Claudio Fontana), elabora um plano para assumir o trono. A ânsia pelo poder leva Macbeth e sua esposa a cometerem atrocidades.

No elenco, formado somente por homens, a atuação do ator Claudio Fontana chama a atenção do espectador. Fontana dá um show em cena. Com movimentos precisos e ligados ao teatro Nô japonês, o ator transmite com competência toda a complexidade da personagem.

"Macbeth" - foto de João Caldas

Antony, por sua vez, demonstra maturidade e segurança. Merece o destaque que detém no cenário artístico atual e estabelece com Fontana uma interessante cumplicidade.

Marco Antonio Pâmio, Carlos Morelli, Hélio Cícero, Marco Furlan, José Rosa e Rogerio Brito, completam o excelente elenco.

A peça apresenta cobiça, assassinatos e ataques de loucura de uma forma criativa e poética, que deixa o texto mais instigante. Uma coleira de Pit Bull, por exemplo, se transforma numa coroa; antenas são espadas de guerra ecoletes, armaduras e escudos são confeccionados a partir de malas antigas.

No cenário, dois teares dominam a cena. Representam os fios da vida que são tecidos pelas bruxas e delimitam o espaço da loucura e morte.

Os figurinos, assinados por Gabriel Villela e Shicó do Mamulengo, são adequados aos personagens. Salientam o caráter poético da montagem e são muito bonitos.

Gabriel Villela foca a sua direção na interpretação dos atores e na força dos diálogos. Com menos personagens e uma história simplificada, a montagem não cansa e mostra ao espectador toda a genialidade da obra de Shakespeare.

Macbeth continua atual, visto que a ânsia pelo poder continua ocasionando tragédias e ações de desrespeito aos seres humanos.

Ficha técnica:

Tradução – Marcos Daud. Colaboração – Fernando Nuno. Direção e adaptação – Gabriel Villela. Assistência de Direção – César Augusto, Ivan Andrade e Rodrigo Audi. Figurinos – Gabriel Villela e Shicó do Mamulengo. Cenografia – Marcio Vinicius. Iluminação- Wagner Freire. Antropologia da voz- Francesca Della Monica. Direção de texto –Babaya. Musicalidade da cena – Ernani Maletta. Trilha Sonora – Gabriel Villela. Direção de Movimento – Ricardo Rizzo. Adereços- Shicó do Mamulengo e Veluma Pereira.

Serviço:

Macbeth

Teatro VIVO – Avenida Doutor ChucriZaidan, 860, Itaim / Vila Olímpia. Temporada – de sexta a domingo de 1º de junho a 19 de agosto. Sex 21h30; Sáb 21h; Dom 19h. R$ 50 (sex e dom), R$ 70 (sab). 12 anos. Duração de 90 minutos. Serviço de valet – R$ 18,00. Capacidade: 290 lugares. Estacionamento com manobrista: R$18,00 (só dinheiro) Bilheteria: aberta de terça a quinta das 14h às 20h e de sexta a domingo, das 14h até o início do espetáculo. Tel: 11 7420-1520. Aceita todos os cartões.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*