Mais Cenografia busca entidade para selar parceria em projeto de reciclagem de materiais

Márcio Vinícius no cenário de "Hécuba"

SÃO PAULO – A Mais Cenografia,  dirigida pelo premiado cenógrafo Márcio Vinicius (que trabalha com o diretor Gabriel Villela há 10 anos) está em busca de uma entidade (ong ou escola) para firmar parceria em projeto de reciclagem.

O artista – que atualmente assina o cenário de Hécuba, em cartaz no Teatro Vivo, com Walderez de Barros – quer dar um destino sustentável e reaproveitar restos de madeira e papelão de seu galpão, localizado na Zona Sul de São Paulo. Lá, constrói cenários e figurinos para espetáculos teatrais e eventos corporativos, além de vitrines e equipamentos para Visual Merchandising de lojas.

O que não é re-aproveitado pela Mais Cenografia em novas produções está armazenado à espera de uma entidade para parceria. Márcio Vinicius é um artista preocupado em reduzir a quantidade de resíduos gerada em seu ateliê de cenografia. “Reciclar o restante é essencial para não prejudicar ainda mais os recursos naturais.” Para o cenógrafo, esses resíduos podem dar boas ideias aos fabricantes de brinquedos na produção de novos materiais, por exemplo.

Os interessados podem entrar em contato pelo  www.maiscenografia.com.br

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.