Marcos Damigo estreia ‘‘Tecelão. Trama cênica metropolitana’’ na Mário de Andrade

SÃO PAULO – Marcos Damigo estreia a peça solo ‘Tecelão. Trama cênica metropolitana’ dia 8 de abril, segunda-feira, às 19h, no Auditório Rubens Borba de Moraes da Biblioteca Mário de Andrade. A curta temporada de quatro segundas-feiras segue até dia 29.

A dramaturgia tem como ponto de partida um caderno de memórias presenteado ao ator por sua avó, contendo anotações de seu bisavô. Um artefato sobrevivente da primeira grande enchente de São Paulo, causada pelo aceleramento do processo de urbanização da cidade.

Já amarelado e se desmanchando, o ‘caderninho’ é o único testemunho da existência do tecelão do bairro do Glicério, morto aos vinte e um anos durante um surto de meningite na cidade, em 1912. Nele, Damigo encontrou os fundamentos de personagem de uma peça sem nome e sem autor. Um personagem à procura de uma peça. E resolveu, com o diretor Lucas Brandão, realizar estudo cênico para revelar aspectos subterrâneos da constituição da maior metrópole da América do Sul. A trajetória desse bisavô operário ecoa, afinal, a própria história do ator que a representa, em meio a questionamentos sobre o que é, afinal, o “sucesso” de uma vida.

 

Ficha Técnica

Dramaturgia e atuação: Marcos Damigo

Direção e iluminação: Lucas Brandão

Produção: CHINOTI em movimento

Classificação etária: 12 anos

 

SERVIÇO

Auditório Rubens Borba de Moraes da Biblioteca Mário de Andrade

  1. da Consolação, 94 – República

Tel. (11) 3775-0020

Dias 08, 15, 22  e 29 de abril, às 19h

Duração: 60 minutos

Indicação de faixa etária: 12 anos

Acesso para portadores de necessidades especiais

Lotação: 170 lugares

As senhas começarão a ser distribuídas uma hora antes.

Um ingresso por pessoa.

PROGRAMAÇÃO GRÁTIS