MENOR DE IDADE: INSPIRADO EM FÁBULA ORIENTAL INFANTIL “O DRAGÃO DE FOGO” ESTREIA NO SESC CONSOLAÇÃO

SÃO PAULO: Como Shun Li, um menino de sete anos, pode salvar sua aldeia de um terrível dragão que desperta de um sono de séculos? A resposta para essa grande aventura está no espetáculo O Dragão De Fogo, Primeiro trabalho para o público infantil do ator Eduardo Okamoto , com texto de Cássio Pires e direção de Marcelo Lazzaratto, o espetáculo traz no elenco os atores, Esio Magalhães e Luciana Mizutani.

O Dragão De Fogo conta a história do menino Shun Li, lançado ao desafio de salvar sua aldeia, surpreendida por um grande incêndio provocado por um dragão. Tão logo o vilarejo é reduzido a cinzas, os seus lideres reúnem-se para discutir uma forma de enfrentar o dragão. Muitos guerreiros se dispõem a combatê-lo, mas um velho sábio lembra aos homens que os costumes locais ditavam a necessidade da realização de um sorteio, em que apenas um dentre todos os habitantes deveria ser escolhido para enfrentar o grande perigo.

Para preocupação de todos, Shun Li é o sorteado. Com uma rara habilidade para o desenho, o menino possui apenas vocações artísticas, ao invés de guerreiras, mas mesmo assim aceita o seu destino e sobe a montanha em direção à cova onde vive a criatura que cospe fogo. Quando lá chega, conhece um rato que se tornará seu amigo e o ajudará a solucionar três enigmas para derrotar o Dragão.

Primeiro trabalho de Eduardo Okamoto (vencedor do Prêmio APCA e duas vezes indicado ao Prêmio Shell de melhor ator) para o público infantil O Dragão De Fogo é um desejo antigo do ator. “Sempre tive vontade de fazer algo para as crianças, pois fui um assíduo espectador teatral desde pequeno. Há três anos, quando fui pai, o impulso de mergulhar no teatro infantil foi imediato. Houve uma necessidade de cuidar de uma geração e não só do meu filho”, explica ele.

Okamoto então começou a ler vários textos voltados ao universo infantil, de clássicos a contemporâneos, em busca de algo que não fosse didático e que tivesse um clima de aventura. Numa conversa com o autor Cássio Pires, descobriu que o dramaturgo possuía um texto inspirado emfábulas populares da cultura oriental.

“Quando li o texto tive a certeza que tinha achado o que eu procurava”, conta o ator.

O brevíssimo conto de apenas quatro páginas em que O Dragão De Fogo é inspirado chegou às mãos de Cássio Pires há mais de 10 anos. De acordo com o autor, a brevidade da narrativa original não impede que se tenham múltiplas leituras possíveis pois é uma fábula simples e clara, mas que se abre a diversas possibilidades de interpretação. A história fala de muitas coisas, como o ato criador, a necessidade de renovação, mas também sobre o significado da tradição, o sentido de comunidade e o rito de passagem.

Ficha técnica

Dramaturgia – Cássio Pires.
Encenação e Iluminação – Marcelo Lazzaratto.
Elenco – Eduardo Okamoto, Esio Magalhães, Luciana Mizutani.
Preparação em Kung Fu e Desenho de Movimento – Luciana Miziutani.
Criação e Direção Musical – Marcelo Onofri.
Músicos – Henrique Cantalogo (flautas, percussão marimba), Eduardo Guimarães (sanfona e percussão) e Marcelo Onofri (piano).
Captação, Mixagem e Masterização – Mario Porto.
Cenografia – Alan Chu e Cristina Sverzuti.
Figurinos – Fause Haten.
Assistente de Figurino – Anna Paula Abe.
Aderecista – Silvana Marcondes.
Fotografia – Fernando Stankuns.
Programação Visual – Estúdio Claraboia.
Produção Executiva – Mariella Siqueira.
Direção de Produção – Daniele Sampaio | SIM! Cultura.
Duração – 50 minutos. Livre para todos os públicos.
Temporada – Até 1º de julho – sábados às 11 horas. No feriado do dia 15 de junho, quinta-feira, também haverá apresentação às 11 horas.
Ingressos – R$ 17,00 (inteira); R$ 8,50 (meia: estudante, servidor de escola pública, +60 anos, aposentado e pessoa com deficiência); R$ 5,00 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes). Grátis para crianças até 12 anos.

Serviço

O DRAGÃO DE FOGO
SESC CONSOLAÇÃO
Rua Dr. Vila Nova, 245 – Vila Buarque.
Estreia dia 3 de junho,
Telefone: (11) 3234-3000.
Acesso para deficientes físicos.
Capacidade Teatro Anchieta – 280 lugares.
Bilheteria – De segunda a sexta-feira das 12 às 22 horas, sábados das 10 às 21 horas e domingos e feriados das 16h30 às 18 horas (ingressos à venda em todas as unidades do SESC). www.sescsp.org.br.

Redação Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br)

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*