MIGUEL FALABELLA APRESENTA MUSICAL INÉDITO E GENUINAMENTE BRASILEIRO

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

MEMÓRIAS DE UM GIGOLÔ
MEMÓRIAS DE UM GIGOLÔ

SÃO PAULO – Há mais de 10 anos, Falabella tem se dedicado ao gênero musical do teatro como ator, diretor e autor das versões de inúmeros espetáculos, com Chaplin, O Musical, Crazy For You e Cabaret. Em 2006 dirige um musical que marca sua incursão como autor do gênero: Império, retratando a chegada da Família Real ao Rio de Janeiro. Agora, com Memórias de Um Gigolô, a partir do romance homônimo de Marco Rey – que estreia hoje no Teatro Procópio Ferreira –, ele presta homenagem a São Paulo e sua vida noturna dos anos 20 a 40 do século 20.

Memórias de Um Gigolô é uma homenagem à cidade de São Paulo. Como diz a canção de abertura, o público verá ‘… essa São Paulo antiga, como um postal que se perdeu…’ Minha vontade é oferecer ao público uma noite feliz no teatro e render justas homenagens a Marcos Rey, um escritor de massa da maior importância no cenário brasileiro” disse Miguel Falabella em entrevista concedida ao Banco Volkswagen, patrocinador do musical.

MEMÓRIAS DE UM GIGOLÔ
MEMÓRIAS DE UM GIGOLÔ

Órfão desde cedo, criado por uma tia que morre quando ainda era um garoto, Mariano (Leonardo Miggiorin é adotado por Madame Iara (Alessandra Verney), uma cafetina que introduz o protegido na boemia noturna da São Paulo que vive o apogeu da era do café. Mariano torna-se gigolô e se apaixona por aquela por quem não pode se apaixonar, segundo Miggiorin, a prostituta Guadalupe (Mariana Rios), mulher do cafetão Esmeraldo (Marcelo Serrado). Guadalupe ama os dois e essa indecisão causa os conflitos da trama.

Repetindo a dupla de Império, Josimar Carneiro assina as músicas de Memórias de Um Gigolô, assim como a direção musical. A direção geral, adaptação e letras são de Miguel Falabella; coreografia de Fernanda Chama, figurino Lígia Rocha, desenho de lux Drika Matheus, de som Gabriel D’ Angelo, cenografia de Renato Theobaldo e Beto Rolnik. A produção geral é de Sandro Chaim.

Memórias de um Gigolô conta com 21 atores em cena e soma 130 pessoas envolvidas, entre produção, elenco e pessoal técnico. Fazem parte do elenco os atores Leonardo Miggiorin, Marcelo Serrado, Mariana Rios, Alessandra Verney, Luiz Paccini, Ubiracy Paraná do Brasil, Adriana Capparelli, entre outros.

Serviço

MEMÓRIAS DE UM GIGOLÔ

Teatro Procópio Ferreira (636 lugares)

Rua Augusta, 2823 – Cerqueira César, São Paulo

Informações e Vendas: 3083-4475

Horários das apresentações: Quinta 21h; Sexta 21h30; Sábado 18h e 21h30; Domingo 18h

Bilheteria: de terça a sábado, das 14h às 19h \ domingo das 14h às 18h ou até

o início de cada espetáculo

Classificação etária: 14 anos

Compra de ingressos online: www.ingressorapido.com.br

Preços dos ingressos: de R$ 50,00 a R$ 180,00

 

 

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*