MITsp promove o 2º Encontro sobre Curadoria em Artes Cênicas com a curadora italiana em SP e BH

 

 

 SÃO PAULO – Nos dias 4, 5 e 6 de dezembro de 2019, de quarta a sexta-feira, a MITsp – Mostra Internacional de Teatro de São Paulo realiza o 2º Encontro sobre Curadoria em Artes Cênicas no Instituto Italiano de Cultura de São Paulo. Em uma extensão feita pela MITsp, a cidade de Belo Horizonte recebe o Encontro nos dias 9 e 10 de dezembro, numa co-realização do Instituto Italiano de Cultura com a 18ª edição do Festival Teatro em Movimento, que tem patrocínio do Itaú e Instituto Unimed-BH, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

A convidada desta 2ª edição do Encontro sobre Curadoria em Artes Cênicas é a italiana Piersandra Di Matteo, diretora do mestrado de curadoria em artes cênicas da Universidade de Veneza (IUAV), que irá oferecer o curso In-Betweennes – Reciprocidade e dramaturgia urbana na curadoria de artes cênicas.

As inscrições vão de até 29 de novembro, são gratuitas, e devem ser efetuadas a partir do envio de currículo de cinco linhas e uma carta de intenção por e-mail. Haverá seleção dos interessados caso o limite da sala (30 pessoas) seja excedido.

A primeira edição do encontro ocorreu em dezembro de 2015 no Goethe-Institut São Paulo, com Florian Malzacher, curador independente, dramaturgo, escritor e diretor artístico do Impulse Theater Festival em Mülheim e região do Ruhr (Düsseldorf, Colônia, Wuppertal).

 

In-Betweennes – Reciprocidade e dramaturgia urbana na curadoria de artes cênicas

Piersandra Di Matteo – teórica, dramaturga e curadora italiana de artes cênicas – discutirá alguns estudos de caso e suas experiências curatoriais baseadas na ativação de trocas teóricas e práticas. A pesquisadora entende a prática curatorial como um gesto descolonial, ou seja, como uma série de ações capazes de romper barreiras que afastam os sujeitos, que ultrapassam os limites que isolam suas singularidades. “Estou pensando em práticas que desafiem as dinâmicas do poder, que questionem a atitude colonial e patriarcal que se impõem na sociedade neoliberal”. Para Piersandra, essas práticas implicam em teorias, discursos e encontros que fazem da arte uma ação que dialoga diretamente com a sociedade e com os espaços que ela ocupa.

No encontro, ela irá compartilhar projetos submetidos à sua curadoria nos últimos anos, como E a raposa contou ao corvo, vencedor do prêmio UBU 2014 de Melhor projeto organizacional curatorial; o Projeto Speciali, promovido pela Prefeitura de Bolonha sobre os trabalhos de Romeo Castellucci; e o projeto Creative Europe, oferecido pelo ERT (Emilia Romagna Teatro) em parceria com outros seis países europeus com o objetivo de testar a participação ativa de habitantes e migrantes por meio de formas de reapropriação do espaço urbano.

Atualmente, Piersandra é diretora artística da Bienal Atlas of Transitions (Bolonha, 2018-2020), um projeto que aproxima e cruza diferentes culturas por meio de linguagem diversas em artes cênicas que tem como proposta discutir os processos contemporâneos de migração, a convivência social e estratégias de cocriação entre nativos e migrantes.

 

Segundo a curadora, um dos objetivos centrais do curso que irá oferecer no Brasil é problematizar estética, teorias e práticas na programação das artes cênicas contemporâneas. A dimensão política da curadoria será explorada, delineando áreas de responsabilidade, a possibilidade de dar espaço à reciprocidade e à interação – dando vida a diferentes formas de espectadores – e a produção do espaço discursivo como forma de prática crítica, questionando formas de representação, memória e a construção do significado.

Piersandra conta ainda que um dos pontos de partida para sua prática curatorial está relacionada ao conceito da capacidade de aspirar, reflexão proposta pelo antropólogo indiano Arjun Appadurai que questiona o papel do futuro na elaboração cultural. “Promover práticas curatoriais que contemplem a capacidade de aspirar significa criar espaços para dar forma e força aos processos nos quais se experimenta o possível e o desejável como tática para prefigurar o futuro. As aspirações participam da criação cultural através da criação de processos de imaginação”, explica.

 

Sobre Piersandra Di Matteo

 

Teórica de artes cênicas, dramaturga e curadora. Seus interesses teóricos vão do teatro pós-dramático às práticas de curadoria e da linguística à filosofia contemporânea. Ela foi convidada para realizar conferências e seminários em centros de pesquisa e universidades internacionais (Hong Kong, Roma, Xangai, Londres, Cingapura, Montreal, Amsterdã, Nova York, Filadélfia) e foi convidada como professora visitante no MESTC / CUNY The City University de New York em 2017. Seus ensaios foram publicados em revistas internacionais, catálogos de arte, coleções de ensaios e projetos multimídia.

 

Há mais de dez anos é a colaboradora e dramaturga mais próxima de Romeo Castellucci, trabalhando com ele nos principais teatros da Europa, museus e festivais internacionais, entre os quais se destacam o Festival d’Avignon, Ruhrtriennale, Théàtre La Monnaie Bruxelles, Schaubühne Berlin, Wiener Festwochen, Ópera de Paris, Staatsoper Hamburgo, Ópera de Lyon, Bayerische Staatsoper Munique, Ópera Nacional Holandesa, Salzburger Festspiele e Bozar Bruxelles.

 

Piersandra desenvolveu projetos para festivais internacionais de teatro, peças e galerias de arte. Também acompanhou vários artistas e intérpretes como consultora teórica. Entre seus numerosos projetos como curadora, o projeto multi-formato E a raposa contou ao corvo recebeu o Prêmio UBU de Melhor projeto organizacional curatorial 2014. Atualmente, é diretora artística da Bienal Atlas of Transitions (Bolonha, 2018-2020).

 

SERVIÇO

In-Betweennes – Reciprocidade e dramaturgia urbana na curadoria de artes cênicas

 

Inscrições: Envio de currículo com cinco linhas e carta de intenção | Grátis

 

São Paulo/SP

Email para inscrição: seminario@mitsp.org 

4 e 5 de dezembro, quarta e quinta-feira, das 10h às 18h

6 de dezembro, sexta-feira, das 10h às 12h.

Local: Instituto Italiano de Cultura de São Paulo

Av. Higienópolis, 436 – Higienópolis, São Paulo

 

Belo Horizonte/MG

Email para inscrição: rubim@rubim.art.br

 

9 e 10 de dezembro, em local a ser confirmado.

Em Belo Horizonte, o Teatro em Movimento tem o patrocínio do Itaú e do Instituto Unimed-BH, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

 

Informações à imprensa

Canal Aberto Assessoria de Imprensa

canalaberto.com.br

Márcia Marques | Daniele Valério

Fone: 11 2914 0770

Celular: 11 9 9126 0425 – marcia@canalaberto.com.br

Celular: 11 967050425 – daniele@canalaberto.com.br

 

 

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*