Monólogo sobre Síndrome do Pânico estreia no SESC Pinheiros

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Gabi Brites atua e escreveu "Nariz Pra Fora D’água"

SÃO PAULO – Uma atriz sentada de costas para o público. Durante o espetáculo ela vai se revelando, na medida em que se torna capaz de enfrentar o olhar direto da plateia. A atriz vê e conversa com o público por dois monitores e terá seu rosto projetado nas próprias costas. Com essa mescla de teatro e vídeo, o monólogo Nariz Pra Fora D’água estreia nesta sexta-feira (18), às 20 horas, no Auditório do SESC Pinheiros. A montagem, com atuação e texto da atriz e cineasta Gabi Brites, tem direção de Georgette Fadel e foi contemplada com o Prêmio Funarte Myriam Muniz 2010.

Em Nariz Pra Fora D’água, a personagem relata sua dificuldade de exposição aos olhos do mundo. Ela não se sente apta a encarar o público, embora ela saiba que o tenha que fazer. Por isso o espectador pode assistir às cenas – que a atriz não tem a priori, coragem de revelar – mediadas pela tela “protetora” da lente de uma câmera.

Envolvida com o universo teatral desde pequena, a atriz Gabi Brites morava no Rio de Janeiro e estava trabalhando em um espetáculo quando teve Síndrome do Pânico.

“Isso foi há nove anos. Como não tinha mais condições de subir no palco, larguei tudo e virei publicitária”, conta ela, que depois de um tempo achou que deveria compartilhar o assunto com outras pessoas.

“Comecei a sentir necessidade de voltar a atuar e pensei que deveria dar um passo a frente ou isso me custaria a felicidade”, explica a atriz sobre a gênese do espetáculo.

Para a atriz e diretora Georgette Fadel é objetivo do espetáculo trazer à tona e discutir esse assunto de uma maneira esteticamente contundente, desmistificando-o e criando novas camadas de compreensão do surto.

“A sociedade moderna tende a tratar a tristeza e os estados depressivos da alma como algo a ser evitado sempre, e nunca como a chance de uma vida com mais sentido, nunca como a chance do fortalecimento e da superação da fragilidade humana em direção a estados mais expandidos de consciência. Com a mescla de teatro e vídeo, Nariz Pra Fora D’água aponta a possibilidade dessa expansão”, afirma ela

Para Roteiro:

NARIZ PRA FORA D’ÁGUA – Estreia dia 18 de novembro, sexta-feira, às 20 horas, no Auditório do SESC Pinheiros (3º andar). Concepção e Interpretação – Gabi Brites . Direção – Georgette Fadel. Assistente de Direção – Mariana Piza. Preparação Corporal – Tica Lemos. Treinamento de Ator – Tomas Rezende. Iluminação – Alessandra Domingues. Trilha Sonora – Claudia Dorei. Direção de Produção – Carla Estefan. Vídeo – Gabi Brites e bluecanario. Design Gráfico – Camila Fonseca. Fotos – Glauco Firpo.  Operação de Luz – Pilar C. Valdelvira. Duração – 60 minutos. Espetáculo recomendável para maiores de 16 anos. Temporada – Sextas-feiras e sábados às 20 horas. Ingressos – R$ 20,00; R$ 10,00 (usuário matriculado, estudante com carteirinha e aposentado) e R$ 5,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado e dependentes). Até 17 de dezembro.

SESC PINHEIROS – Auditório – Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros. Fone: (11) 3095-9400. Acesso para deficientes físicos. Bilheteria – De terça a sábado das 10 às 21h30 e domingos e feriados das 10 às 18h30 (ingressos à venda em todas as unidades do SESC). Capacidade do Auditório – 101 lugares. Estacionamento com Manobrista – Terça a sexta-feira, das 7 às 22 horas e sábado, domingo e feriado, das 10 às 19 horas – horários especiais para a programação do teatro. Taxas: Matriculados no SESC – R$ 6,00 as três primeiras horas e R$ 1,00 – a cada hora adicional. Não matriculados no SESC – R$ 8,00 as três  primeiras horas e R$ 2,00 – a cada hora adicional. Para atividades no Teatro – Preço único: R$ 6,00. (vagas limitadas). www.sescsp.org.br.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*