Montagem teatral resgata a trajetória do bailarino russo Nijinsky

Redação do Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com

O Deus da dança moderna (Nijinsky) ganha  montagem no teatro. Foto: divulgação
O Deus da dança moderna (Nijinsky) ganha montagem no teatro. Foto: divulgação

SÃO PAULO– Nijinsky – Minha Loucura é o Amor da Humanidade trata poeticamente a figura histórica do lendário bailarino Vaslav Njinsky (1890 – 1950), considerado o Deus da dança moderna. Gabriela Mellão assina o texto e divide a direção com João Paulo Lorenzon. Além de Lorenzon, integram o elenco Michelle Boesche, Francisco Bretas, Nabia Vilela e Janaína Afhonso. Raul Teixeira é o responsável pela trilha sonora. O desenho de luz é de Fábio Retti. A preparação de dança é de Reinaldo Soares e Renato Marino fez o treinamento em cama elástica.  A estreia é quinta, 28, às 21h30 no SESC Belenzinho.

A encenação retrata, de maneira simbólica e onírica, a trajetória de um homem que passou por momentos complicados durante a sua vida apesar do reconhecimento que obteve do público e da crítica. Teve muitos altos e baixos devido ao seu espírito inquieto e à dificuldade de se enquadrar aos preceitos sociais.

 montagem  sobre Nijinsky passeia pela genialidade e a doença que marcaram o artista. Foto: divulgação
montagem sobre Nijinsky passeia pela genialidade e a doença que marcaram o artista. Foto: divulgação

Nijinsky foi estigmatizado como louco e atualmente é considerado um gênio, assim como Van Gogh, Artaud, Beethoven, Nietzsche, entre outros.

Para mergulhar na alma do artista, parte do palco é ocupado por uma imensa cama elástica, em cima da qual Nijinsky (Lorenzon) dança a 3 metros do chão, numa coreografia que representa as suas glórias e os fracassos.

Lorezon trabalha com os limites do corpo, da voz e da interpretação. O público é convidado a mergulhar no universo interior de Nijinsky, que é manipulado, amarrado, asfixiado, esticado e elevado durante o espetáculo

O protagonista contracena com diversos personagens: o empresário e amante (Diaghlev), a sua mulher (Romola), a mãe (Eleonora) e a irmã (Nijinska). Todos tiveram grande importância na vida do bailarino e aparecem como fantasmas de um imaginário em que o amor e a mágoa se misturam.

Ficha Técnica:
Texto: Gabriela Mellão
Direção: Gabriela Mellão e João Paulo Lorenzon
Atuação: João Paulo Lorenzon, Michelle Boesche, Francisco Bretas, Janaína Afhonso e Nabia Vilela.
Trilha sonora: Raul Teixeira.
Desenho de luz: Fábio Retti
Figurinista: Thais Nemirovsky
Preparação de dança e coreografia: Reinaldo Soares
Treinamento aéreo: Renato Marino
Produção: Corpo Rastreado
Costureira: Gabriela Cherubini
Operador de Som: André Telles
Operador de Luz: Vinícius Passos

 Serviço:

Nijinsky – Minha Loucura é o Amor da Humanidade
De 28/08 a 21/09/2014. Quinta a sábado, às 21h30; domingos, às 18h30.

Sala de Espetáculos II. 70 lugares.

Duração: 80 minutos.

Não recomendado para menores de 14 anos. Ingressos para toda a temporada à venda pelo Portal Sesc SP (www.sescsp.org.br), a partir de 19/08/2014, às 15h30, e nas unidades a partir de20/08/2014, às 17h30. R$ 25,00 (inteira), R$12,50 (usuário matriculado no SESC e dependentes, idosos acima de 60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino, aposentados, pessoas com deficiência), R$5,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes.

Sesc Belenzinho

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000.

Belenzinho – São Paulo (SP)

Telefone: (11) 2076-9700

www.sescsp.org.br/belenzinho

Estacionamento

R$ 6,00 a primeira hora e R$ 1,00 por hora adicional (não matriculados)

R$ 3,00 a primeira hora e R$ 1,00 por hora adicional (matriculados no Sesc)

 

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado