MOSTRA RUMOS APRESENTA PEÇA SOBRE AS MULHERES NA GUERRILHA DO ARAGUAIA

Redação do Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com)

GUERRILHEIRAS... - foto de Elisa Mendes
GUERRILHEIRAS… – foto de Elisa Mendes

SÃO PAULO – Até domingo (11) o Itaú Cultural apresenta, dentro da Mostra Rumos, o espetáculo Guerrilheiras ou Para a Terra Não Há Desaparecidos, dramaturgia de Grace Passô e direção de Georgette Fadel, que dá voz às mulheres, 12 jovens universitárias (entre os cerca de 80 combatentes, dos quais apenas 20 sobreviveram), que se agruparam na região amazônica com o desejo de fazer uma revolução socialista aos moldes da Revolução Chinesa, entre outras, começando numa região campesina.

Um dos mais violentos conflitos armados da ditadura militar brasileira, a Guerrilha do Araguaia, que durou do fim dos anos 1960 e início da década de 1970, serve de base para o projeto idealizado pela atriz Gabriela Carneiro da Cunha, um dos 101 contemplados entre mais de 15 mil projetos inscritos no programa Rumos Itaú Cultural 2013-2014, e, segundo Fadel, apesar do “compromisso com a verdade”, o tom utilizado não será o da denúncia, “mas, sim, um trânsito poético”.

GUERRILHEIRAS... - foto de Elisa Mendes
GUERRILHEIRAS… – foto de Elisa Mendes

A produção da peça contou com encontros com moradores da região, e ainda com a estada da equipe de produção e do elenco no meio da mata da Serra das Andorinhas, entre o entardecer de um dia e o início da noite do dia seguinte, para que pudessem ter a sensação da falta de proteção que sentiram aquelas mulheres retratadas no espetáculo.

SERVIÇO

Guerrilheiras ou Para a Terra Não Há Desaparecidos

Direção: Georgette Fadel

Dramaturgia: Grace Passô

Dias 8, 9 e 10 de outubro (quinta-feira a sábado), às 19h30

Dia 11 de outubro (domingo), às 19h

Duração: 90 minutos

Classificação Indicativa: 18 anos

Piso expositivo 2S (90 lugares)

Entrada franca (ingressos distribuídos com 30 minutos de antecedência)

Mostra Rumos

Até 25 de outubro de 2015

De terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h

Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h

Pisos 1, 1S e 2S

Entrada franca

Estacionamento com manobrista: R$ 14 uma hora;

R$ 6 a segunda hora; mais R$ 4 p/ hora adicional

Estacionamento gratuito para bicicletas

Acesso para deficientes físicos

Ar condicionado

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Fones: 11. 2168-1776/1777

www.itaucultural.org.br

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*