Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

TRIBOS
TRIBOS

SÃO PAULO – Em cartaz com Tribos, texto de Nina Reine dirigido por Ulysses Cruz, no TUCA, Bruno Fagundes, em sua segunda peça ao lado do pai (Antonio Fagundes), vive Billy, um deficiente auditivo, criado para fazer, somente, leitura labial e se expressar vocalmente, confirma sua alta voltagem de talento e ocupa lugar dos mais promissodos mais promissos interprets da nova geração.

Em entrevista multimídia concedida ao Aplauso Brasil, Bruno Fagundes fala sobre o princípio de sua carreira, seu processo de criação e como construiu Billy, protagonista de Tribos.

 

ENTREVISTA COM BRUNO FAGUNDES – GENÉTICA COM ALGO A MAIS

Neste 1º bloco de entrevista exclusiva, o protagonista que encanta o público de TRIBOS fala sobre o início de sua carreira – começou a estudar teatro aos 13 anos de idade – e sobre o legado de seu pai (Antonio Fagundes) e mãe (Mara Carvalho), duas grandes figuras das artes cênicas que o inspiram desde sempre.

 

ENTREVISTA COM BRUNO FAGUNDES – APRENDER COM OS ERROS E USAR SEMPRE A RAZÃO

Neste segundo bloco de entrevista, Bruno fala de como aprende, a cada dia, com seus erros e sobre seu método racional de aproximação com o personagem que vai representar.

 

ENTREVISTA COM BRUNO FAGUNDES – A CONCEPÇAO DE BILLY

No último bloco de nossa entrevista, o protagonista de TRIBOS fala do processo percorrido para construir a personagem.

 

Tribos

Autor: Nina Raine

Tradutor: Rachel Ripani

Diretor: Ulysses Cruz

Elenco: Bruno Fagundes, Arieta Correa, Eliete Cigaarini, Guilherme Magon, Maíra Dvorek e Antonio Fagundes

Figurinista: Alexandre Herchcovitch

Cenógrafo: Lu Bueno

Iluminador: Domingos Quintiliano

Trilha: André Abujamra

Assistente de cenografia: Livia Burani e Moises Moshe Motta

Diretor de produção: Carlos Martin

Assistente de produção: Gustavo Souza

Realização: Tribos Produções Culturais

Assessoria de Imprensa: Coletiva Comunicação

Local: Teatro TUCA

Capacidade: 672 pessoas

Endereço: Monte Alegre, 1024 – Perdizes – São Paulo

Horários: sexta 21h30 / sábado 21h30 / domingo 18h

Fone: (11) 3670-8455

Estacionamento: R$ 18 (Rua Monte Alegre, 835)

Ingressos: sexta R$ 50 / sábado R$ 80 / domingo R$ 70

Classificação etária: 14 anos

Pontos de venda: bilheteria do Tuca (terça a domingo 14h às 19h / domingo 14h às 18h) ouwww.ingressorapido.com.br

Mais informações: www.tribosnet.com e  www.teatrotuca.com.br