Musical interativo on-line, “Caso Cabaré Privê” estreia no inicio de agosto

EM REDE – O teatro brasileiro segue se adequando a atual situação vivida no país, e o musical Caso Cabaré Privê, será realizado de interativa e on-line, a partir do próximo sábado, dia 1º de agosto, sábado, às 21 horas, na plataforma digital da Sympla.

A montagem estava prevista para estrear no primeiro semestre em formato presencial. “Assim que começou a pandemia migramos os ensaios para plataforma on-line. Começamos a experimentar diferentes formas de relação e interação pensando uma estética voltada para esses tempos. Assim surgiu a ideia de transformar o cenário, que seria em show de cabaré, em cabines reservadas onde cada personagem interage com o público, sem perder a costura musical”, conta o diretor Pedro Granato.

O espetáculo será protagonizado por jovens atores do Núcleo Pequeno Ato, e abordará questões que os afligem no Brasil de 2020. Na trama, o público é convidado a investigar a morte de um dos personagens, que ocorreu em um cabaré privativo. Com um texto criativo, a peça trata uma interação rica com a plateia, que poderá interrogar os personagens, protagonizando um jogo imersivo.

O objetivo é construir um musical vibrante que dialogue com a nova geração e se posicione de maneira clara contra a onda reacionária que se espalha pelo mundo. “O teatro preserva a comunhão do tempo-espaço, só que agora de forma on-line. O jogo continua com a efemeridade que só fazer teatral pode proporcionar, pois para cada plateia acontece um espetáculo diferente”, conclui Granato.

Serviço:

CASO CABARÉ PRIVÊ estreia dia 1 º de agosto.

Temporada: De 1 º de agosto a 6 de setembro. Sábados 21h e Domingos 20h.

Duração: 90 minutos.

Classificação etária: 16 anos.

Ingressos: De R$20 a R$50.

Capacidade: 50 espectadores.

Venda ingressos e acesso à transmissão: Sympla.com.br/pequenoato

Especificação técnica: baixar o aplicativo Zoom, preferencialmente no PC ou notebook. Também é possível assistir por tablet, celular ou emparelhamento com Smart TV.