Musical sobre a obra de Milton Nascimento estreia em São Paulo

Luís Francisco Wasilewski, do Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

 

"Milton Nascimento - Nada Será Como Antes, O Musical"
“Milton Nascimento – Nada Será Como Antes, O Musical”

SÃO PAULO – Já tive o privilégio de assistir ao espetáculo no Rio de Janeiro. E recomendo com entusiasmo o musical que Charles Möeller e Claudio Botelho, nossos “Reis dos Musicais”, criaram a partir da obra musical de Milton Nascimento. Milton Nascimento – Nada Será como Antes – O Musical, cuja estreia será nesta sexta-feira (22), no Teatro GEO, onde fica em cartaz até 26 de maio. O musical marcou o início de uma parceria da Möeller & Botelho com a GEO, empresa da Globo Comunicação Participações SA.

A dupla Möeller & Botelho desenvolveu, ao longo dos últimos anos, uma relação de admiração mútua com Milton. Fãs de sua obra desde a adolescência, Charles e Claudio foram surpreendidos pela constante presença do músico na plateia de seus musicais.

Após assistir ao espetáculo da dupla Beatles Num Céu de Diamantes pela oitava vez, Milton retomou uma conversa de alguns anos com os diretores sobre a possibilidade de que fosse criado um musical a partir do seu repertório.

“Para nós, é muito importante voltar a um formato caseiro e simples, depois de produções muito grandiosas como O Mágico de Oz. Em Milton, é como se tudo acontecesse dentro deste lugar ideal que é a casa mineira. As marcas são pequenas, sutis, estamos trabalhando os detalhes”, explica Möeller, que, pela primeira vez em quase uma década, não fez audição para o trabalho. “A voz de Milton é muito diferente da ‘voz de musical’, é diferente de tudo. Optamos por escolher a dedo um elenco tão multifacetado e talentoso quanto a sua obra”, explica o diretor.

No palco o grupo de atores e músicos dá voz a temas fundamentais da música de homenageado, como amor, amizade, criação artística, negritude, brasilidade e solidão. Todos os atores tocam e se revezam em vários instrumentos e os músicos também cantam.

“Não há uma divisão entre orquestra e atores: todos são uma única voz a serviço de brilhante obra musical de Milton Nascimento”, explica Claudio.

"Milton Nascimento - Nada Será Como Antes, O Musical"
“Milton Nascimento – Nada Será Como Antes, O Musical”

Marya Bravo, Claudio Lins, Tatih Kohler, Pedro Sol, Estrela Blanco, Jules Vandystadt, Cassia Raquel, Wladimir Pinheiro e Sergio Dalcin dividem a cena com os músicos Délia Fischer – também responsável pelos arranjos – e Lui Coimbra.

O cenário, de Rogério Falcão, remete a uma tradicional casa mineira e os figurinos, assinados por Charles Möeller, tem um ar de ‘roupa vivida’, como se tivessem saído de um antigo baú. A simplicidade dá o tom da encenação.

A vastidão da obra foi um desafio encontrado pela dupla na hora de selecionar o repertório final e formatar o roteiro do espetáculo.

"Milton Nascimento - Nada Será Como Antes, O Musical"
“Milton Nascimento – Nada Será Como Antes, O Musical”

“Chegamos a pensar em fazer somente o Clube da Esquina, para ter um recorte mais focado, mas seria injusto deixar dezenas de clássicos de fora”, explica o diretor, que optou por uma divisão do musical em quatro atos correspondentes às estações do ano.

Enquanto composições que remetem a um solar imaginário interiorano (Bola de Meia, Bola de Gude, Aqui é o País do Futebol) compõem o Verão, A Cigarra, Um Girassol da Cor do seu Cabelo e Nuvem Cigana dão colorido à Primavera.Cais, Caçador de Mim, Encontros e Despedidas moldam o Outono e o Inverno aparece com Nada Será como Antes.

“Cada canção tem uma ideia, uma cena fechada, que tem uma ligação nem sempre explícita com a seguinte. São histórias dentro de uma mesma história”, conta Charles.

MILTON NASCIMENTO – NADA SERÁ COMO ANTES – O MUSICAL

Criação e direção: Charles Möeller e Claudio Botelho

ELENCO: Claudio Lins, Marya Bravo, Délia Fischer, Cassia Raquel, Estrela Blanco, Jules Vandystadt, Lui Coimbra, Pedro Sol, Sergio Dalcin, Tatih Kohler e Wladimir Pinheiro.

Arranjos musicais:

DÉLIA FISCHER

Arranjos vocais:

JULES VANDYSTADT

Cenografia:

ROGÉRIO FALCÃO

Figurinos:

CHARLES MÖELLER

Iluminação:

PAULO CESAR MEDEIROS

Direção musical:

CLAUDIO BOTELHO

Direção:

CHARLES MÖELLER

Serviço:

MILTON NASCIMENTO – NADA SERÁ COMO ANTES – O MUSICAL

Estreia dia 22 de março

Temporada até 26 de maio

Sextas, às 21h30. Sábados, às 18h e 21h. Domingos, às 18h.

 

Teatro GEO (Rua Coropés, 88 – Pinheiros. São Paulo)

Bilheteria: de segunda a domingo das 12h às 20h ou até o início do espetáculo

Formas de pagamento Dinheiro, cartão de crédito e cartão de débito (todos)

Telefone (11)3728-4929 ou 4930

E-mail bilheteria@teatrogeo.com.br

Vendas por telefone: SHOWCARD

Call Center (11)4003-4939

De Segunda a sexta das 09h às 20h e sábado das 09h às 15h

Vendas pela internet: www.showcard.com.br

Compra sujeita a taxa de conveniência e taxa de entrega

Ingressos: R$ 150 (plateia) e R$ 100 (balcão)

Classificação: 12 anos

Duração: 90 minutos

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*