O Casamento do Pequeno Burguês finaliza a temporada em São Paulo

Nanda Rovere, especial para o Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com.br)

“O Casamento do Pequeno Burguês”

SÃO PAULO O espetáculo fica em cartaz até domingo (16), no Teatro Augusta. Elenco: Julio Rocha, Daíse Amaral, Daniel Morozetti, Luiz Amorim, Lilian Blanc, Angela Barros, Amanda Pereira, Roger Rodrigues e Marcelo Galdino. O texto é de Bertolt Brecht. A direção é de Moisés Miastkwosky. Cenografia: Luis Rossi. Joana Salles assina os figurinos e Rogério Candido, a iluminação.

A ideia de criticar a hipocrisia dos seres humanos perpassa por inúmeros textos, antigos e atuais, o que evidencia que os anos passam mas a sociedade vive sob aparências e o respeito ao próximo, que é raro, só acontece quando é conveniente para os donos do poder e do dinheiro.

O Casamento do Pequeno Burguês tem o mérito de trazer ao palco do Teatro Augusta um clássico de Brecht e contribuir para que esse grande nome do teatro mundial não seja esquecido.
Os noivos e convidados de um casamento entram pela plateia e se sentam à mesa para celebrar a união.

As interpretações são um tanto exageradas para realçar o quanto essas pessoas aparentemente comuns e chiques podem ser grotescas. O Casamento do Pequeno Burguês é um espetáculo gostoso de assistir, com excelentes atores em cena.

Todo o elenco tem competência para encenar um texto cômico, com muitos diálogos, e que necessita de um bom preparo físico dos intérpretes. Artistas mais novos e mais velhos conseguem dar agilidade à encenação e provocam muitos risos na plateia.

O cenário é grandioso e representa uma ampla sala de jantar, local em que todas as cenas acontecem. Aos poucos, tudo vai desmoronando porque foi o noivo quem construiu todos os móveis da casa, mas não soube fazer a tarefa corretamente. Os figurinos coloridos são pomposos e sugerem uma elegância que os personagens na realidade não possuem.

Os convidados, já bêbados, começam a quebrar as cadeiras e a enorme mesa de jantar. As aparências vão ¨por água abaixo¨, todos os móveis vão se quebrando; o casal e os seus amigos e parentes bebem sem parar, cantam, dançam, protagonizam situações embaraçosas e vulgares e transformam a festa numa exposição de ofensas.

Moisés optou por uma direção tradicional, isto é , focada na interpretação dos atores e com movimentações que salientam o quanto os participantes da festa são inoportunos.

“O Casamento do Pequeno Burguês”

A luz é neutra e ilumina todo o palco, fazendo com que as cenas ganhem mais força ainda.

A trilha também é um elemento que merece menção e que embala as cenas (contribuindo para dar mais veracidade às confusões) e é tocada ao vivo.

Ficha Técnica
Elenco: Julio Rocha, Daíse Amaral, Daniel Morozetti, Luiz Amorim, Lilian Blanc, Angêla Barros, Amanda Pereira, Roger Rodrigues e Marcelo Galdino / Texto: Bertolt Brecht / Direção: Moises Miastkwosky /Cenografia: Luis Rossi/ Figurinos: Joana Salles/ Iluminação: Rogério Candido/ Direção Musical: Luis Gayotto/ Programação Visual: Agência R&H /

Serviço
O Casamento do Pequeno Burguês
Local: Teatro Augusta – Rua Augusta, 943 – Cerqueira Cesar (www.teatroaugusta.com.br)
Horários: sexta-feira às 21h30, sábado às 21h00 e domingo às 19h00.
Preços: de R$ 50,00 a R$ 60,00
Duração: 80 minutos
Temporada: de 10 de Novembro a 16 de dezembro de 2012.
Lotação: 302 lugares
Classificação Etária: 14 anos
Gênero: Comédia de Costumes
Estacionamento: O teatro não possui convênio – Existem alguns estacionamentos ao lado que cobram R$ 15,00 o período.
Como Comprar: na bilheteria do teatro de quarta a sexta das 14h00 às 21h30, sábado das 15h00 às 21h00 e domingo das 15h00 às 19h00.
Mais informações sobre como comprar e descontos:
Acesso para deficientes
Patrocínio: Bradesco Seguros
Promoção: Rede Globo
Realização: DNA Produções Artísticas
http://www.ocasamentodopequenoburgues.com.br/

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*