Os 30 anos de Bailei na Curva chegam a São Paulo

Luís Francisco Wasilewski, do Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

BAILEI NA CURVA
BAILEI NA CURVA

SÃO PAULO – A trajetória de sete crianças que moravam na mesma rua em 1964, encenada nos palcos pela primeira vez em 1983 com o título de Bailei na Curva, é hoje uma das maneiras de se retratar o Brasil que se formou sob o signo do Golpe Militar. Depois de três décadas, o espetáculo se tornou um clássico e é, atualmente, uma das peças brasileiras mais montadas do país. Foi pensando nisso que os entusiastas do projeto e a Opus Promoções se reuniram novamente no ano de 2013 para encenar essa história em uma turnê nacional que comemora os 30 anos da montagem.

Depois da estreia em Porto Alegre, o espetáculo passa por Novo Hamburgo e Rio de Janeiro, até chegar em São Paulo para curtíssima temporada, dia 24 de janeiro às 18h e 21h, no Teatro Bradesco.

A nova encenação mantém a essência da montagem original, mas foi repaginada para os grandes palcos dos teatros por onde passará.

O cenário, além das clássicas cadeiras, contará com projeções de imagens e um trabalho gráfico ao fundo, com o intuíto de produzir um registro iconográfico para as novas gerações.

O elenco – formado por Bruna Bottega, Catharina Conte, Cíntia Ferrer, Eduardo Mendonça, Emilio Farias, Érico Ramos, Guilherme Barcelos, Leonardo Barison, Melissa Dornelles e Patrícia Soso.

BAILEI NA CURVA
BAILEI NA CURVA

Julio Conte assinou o texto final da peça ao lado de Cláudia Accurso, Flávio Bicca Rocha, Hermes Mancilha, Lúcia Serpa, Márcia do Canto e Regina Goulart.

A primeira apresentação de Bailei na Curva aconteceu em 1º de outubro de 1983, no Teatro IPE, em Porto Alegre. Com direção de Júlio Conte desde a versão inicial, a montagem rapidamente se tornou um sucesso. Já em parceria com a Opus Promoções, a primeira turnê do espetáculo realizou 280 apresentações para um público de 150 mil pessoas só no Rio Grande do Sul. O grupo ainda partiu para outras cidades do Brasil como Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Campo Grande. Simultaneamente, a montagem foi encenada por outros grupos teatrais em cidades como Belo Horizonte, João Pessoa, Recife e Campinas. Bailei também foi convidada por Eva Sopher para festejar os dez anos da reabertura do Theatro São Pedro, o mais tradicional teatro de Porto Alegre, em 1994. Novas remontagens foram feitas sob a direção de Júlio,em 2000 e em 2008.

Bailei na Curva mostra a trajetória de sete crianças, que moram na mesma rua em abril de 1964. Como pano de fundo, impõe-se uma forte realidade. Um golpe militar num país democrático da América Latina. A peça desenha, ao mesmo tempo, um quadro divertido e implacável da realidade. Divertido sob o ponto de vista da pureza e ingenuidade das personagens que, durante sua trajetória, enfrentam as transformações do final da infância, adolescência e juventude. E implacável graças às consequências de um Golpe Militar que vai refletir na vida adulta destes personagens.

Além do texto, que se tornou emblemático no Teatro Brasileiro, a peça lançou Horizontes, a canção de Flávio Bicca Rocha que faz parte da história afetiva de Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

Roteiro e texto final: Júlio Conte, Cláudia Accurso, Flávio Bicca Rocha, Hermes Mancilha, Lúcia Serpa, Márcia do Canto e Regina Goulart

Elenco:Catharina Conte, Cíntia Ferrer, Eduardo Mendonça, Érico Ramos, Guilherme Barcelos, Leonardo Barison, Melissa Dornelles e Patrícia Soso

Música-tema:Flávio Bicca Rocha

Trilha sonora:Flávio Bicca Rocha e Júlio Conte

Edição de vídeos: Guilherme Barcelos e Júlio Conte

Iluminação:Gabriel Lagoas e Júlio Conte

Produção de figurinos:Liege Massi e Patsy Cecato

Direção:Júlio Conte

Produção:Cômica Cultural

Realização:Opus Promoções

SERVIÇO :BAILEI NA CURVA:Turnê de 30 anos

Classificação: 12 anos (menores de 12 anos somente acompanhados de pais ou responsáveis). Duração: 120 min.

Dia 24 de janeiro

Teatro Bradesco,Sexta, às 18h e 21h

 (Rua Turiassú, nº 2100, 3º piso)

http://www.teatrobradesco.com.br/

INGRESSOS PROMOCIONAIS

Frisas: R$ 40,00

Balcão Nobre: R$ 50,00

Plateia (O a W): R$ 80,00

Plateia (A a N): R$ 90,00

Camarote: R$ 100,00

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário
  1. Nestes 30 anos, assisti a este espetáculo sete vezes. Uma delas no Rio de Janeiro. Confesso que gostava mais do primeiro elenco, mas o atual tbém é muito bom. Tinha todo o material das apresentações como folders e ingressos os quais doei à produção teatral.
    Não poderia ter deixado de levar meu filho e sobrinhos qdo do retorno da apresentação da peça com sua nova formação, por razões óbvias!
    Uma aula de história…
    uma recordação de vida…
    uma diversão à parte!!!
    Imperdível!

Leave a Reply

Seu email não será publicado