Os gregos e o pavor da guerra inevitável

Maria Lúcia Candeias*, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

"Ifigênia" - foto de João Caldas

SÃO PAULO – Depois do sequestro da rainha Helena, não restava outra saída para os gregos senão declarar guerra à Troia. A tragédia que trata desse assunto é Ifigênia, de Eurípedes, uma trilogia cuja última parte se encontra muito bem adaptada por Cássio Pires, em cartaz no Espaço Elevador( rua Treze de Maio 222, na Bela Vista). A emoção que acomete o coro, formado por todo o elenco, incluso os protagonistas, é acompanhada pela plateia que, como em todos os tempos, não deseja provocar ou estar numa guerra.

A concepção e direção de Marcelo Lazzaratto é de extremo bom gosto e adequação não só devido à condução do elenco (Carolina Fabri, Daniela Alves, Gabriel Miziara, Manfrini Fabretti, Maurício Shneider, Pedro Haddad, Rodrigo Spina, Sofia Botelho e Wallyson Mota) a maioria formada pela UNICAMP, mas, também, à condução do espetáculo propriamente dito. Os excelentes figurinos e o cenário ao alto- como que vindo dos deuses- são assinados por Lu Bueno, Moshe Motta e Camila Fogaça.

A iluminação de Wagner Freire é belíssima, assim como a maravilhosa trilha sonora assinada por Rafael Zenorini. O mesmo pode ser dito da preparação corporal de Verônica Fabrini.

"Ifigênia" - foto de João Caldas

Por todas essas qualidades e a capacidade de a montagem transportar o público à Grécia Antiga, o espetáculo é imperdível.

Para Roteiro:

IFIGÊNIADramaturgia – Cássio Pires. Direção – Marcello Lazzaratto. Elenco – Carolina Fabri, Daniela Alves, Gabriel Miziara, Manfrini Fabretti, Maurício Schneider, Pedro Haddad, Rodrigo Spina, Sofia Botelho e Wallyson Mota. Músicos – Rafael Zenorine e Marina Vieira.Trilha Sonora – Rafael Zenorine. Assistente de Direção – Thomaz Kardos.Instrumentalização de Atores – Verônica Fabrini. Iluminação – Wagner Freire. Cenografia e Figurino – Lu Bueno. Direção de Produção – Géssica Arjona. Duração – 80 minutos. Espetáculo recomendável para maiores de 14 anos. Temporada – Sábado às 21 horas e domingo às 19 horas. Ingressos – R$ 30,00 e R$ 15,00 (estudante com carteirinha e aposentado). Até 1º de julho.

ESPAÇO ELEVADOR – Rua Treze de Maio, 222 – Bela Vista. Telefone: (11) 3477-7732.Capacidade – 52 lugares. Reservas por telefone de terça a sexta das 13h30 às 17h30.

*Maria Lúcia Candeias, doutora em teatro pela USP, Livre Docente pela UNICAMP

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*