Os Satyros Estreiam o espetáculo “Baderna Planet”

SÃO PAULO – Mantendo-se fiéis à Marietta Baderna, Os Satyros criaram um espetáculo onde necropolítica, racismo, masculinidade tóxica, violência social, coaching, depressão, bolhas digitais, feminicídio, capoeira e fake news se tornaram matéria básica para a criação de cenas que pretendem discutir os tempos atuais em registro irônico, poético e radicalmente baderneiro. O espetáculo estreia no dia 5/10, com temporada de quintas a sábados às 21h, até dia 9/11, continuando as festividades dos 30 anos da Cia de Teatro Os Satyros.

Através do espetáculo Baderna Planet, Os Satyros se inspiram no espírito de Marietta Baderna, uma figura real do império brasileiro, para provocar a reflexão e o espírito crítico em tempos onde os direitos humanos vêm sendo questionados. Como diria um dos representantes máximos do governo, os ¨direitos humanos devem ser para os humanos direitos¨, e Marietta Baderna responderia: ¨Todos são humanos direitos para os direitos humanos¨.

 O espetáculo e a história

A palavra baderna significa confusão, desordem, ausência de regras. Baderna é uma palavra exclusiva do Brasil, surgida no Rio de Janeiro no século XIX. No entanto, sua origem é muito mais complexa do que se possa pensar, e sua conotação negativa se deve ao espírito conservador e escravocrata do Brasil do Império. Ela foi inspirada pela vida e obra de uma artista italiana revolucionária que viveu no Rio de Janeiro em meados do século XIX.

A bailarina Marietta Baderna nasceu na Itália em 1829, em Piacenza. Quando pequena, estudou dança e chegou a ser bailarina do Teatro Scala de Milão. Já naquela época, Marietta Baderna era engajada na militância política, lutando pela libertação do jugo austríaco sobre a Itália.

Em 1849, fugindo da perseguição política, Marietta exila-se no brasil com o pai, o músico Antônio Baderna, que acaba falecendo poucos meses depois.

Marietta acaba fazendo muito sucesso nos palcos, conquistando grandes plateias no Teatro São Pedro de Alcântara, na capital do Império, o Rio de Janeiro. Ligou-se rapidamente ao movimento abolicionista e trouxe para os palcos elementos do lundum, dança afro-brasileira realizada por escravos, que foram incorporados ao balé clássico. Suas apresentações nos principais palcos do país, misturando o balé clássico com elementos da música e dança africanas causaram furor e foram censuradas. Também liderou greves e protestos contra decisões do Império. Parte de seus honorários ela doava para causas revolucionárias na Itália.

Em uma sociedade machista e escravocrata, Marietta sofreu perseguição política de grupos conservadores. No entanto, seus fãs, os ¨baderneiros¨ ou ¨badernistas¨, começavam a gritar e bater pés em suas apresentações caso houvesse qualquer tipo de censura ao seu trabalho.

SERVIÇO

 

Baderna Planet
Os Satyros
De 5/10 a 9/11; quintas, sextas e sábados às 21h
Local: Estação Satyros (70 lugares)
Duração: 80 minutos
Não recomendado para menores de 14 anos
IngressoR$ 5,00 (morador da Praça Roosevelt) | R$ 20 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, classe artística, estudante e servidor de escola pública com comprovante) | R$ 40,00 (inteira).

FICHA TÉCNICA

 

BADERNA PLANET

 

 

Texto: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez

Direção: Rodolfo García Vázquez

Assistente de Direção: Amanda Steinbach

Elenco: Alessandra Nassi, Alex de Félix, Anna Paula Kuller, André Lu, Beatriz Ferreira, Diego Ribeiro, Elisa Barboza, Felipe Estevão, Heyde Sayama, Ícaro Gimenes, Israel Silva, Julia Francez, Karina Bastos, Luis Holliver, Luís Maurício Souza, Marcelo Thomaz, Marcelo Vinci, Mariana França, Roberto Francisco, Silvio Eduardo e Vitor Lins.

Figurinos: Coletivo

Trilha Sonora Original: André Lu

Iluminação: Thiago Capella

Operador de Luz: Flávio Duarte

Operador de Som: Léo Pegozzi

Fotografias: Andre Stefano, Henrique Mello e Laysa Alencar

Produção Executiva: Silvio Eduardo e Diego Ribeiro

Assistência de Produção: Maiara Cicutt

Administração: Israel Silva

Estação Satyros

Praça Franklin Roosevelt, 134, São Paulo – SP

Informações: 3255 0994

satyros.com.br

Facebook: Satyros

Twitter: @os_satyros

Instagram: @ossatyros

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*