“OSMO” FAZ SEIS APRESENTAÇÕES NO TEATRO SERGIO CARDOSO

Kyra Piscitelli, do Aplauso Brasil (kyra@aplausobrasil.com.br)

Osmo faz curta temporada em São Paulo. Foto: divulgação

SÃO PAULO – OSMO estreou em 2014 no SESC Belenzinho dentro do projeto E se eu ficasse eterna?,  em homenagem aos dez anos sem Hilda Hilst. De lá para cá segue cumprindo inúmeras temporadas pelo Brasil e por São Paulo. Recentemente fez uma curta e lotada temporada no Oficina Cultural Oswald de Andrade. Agora, faz seis apresentações no Teatro Sergio Cardoso, com ingressos a R$ 20,00.

OSMO é um dos contos de Hilda Hist publicado no livro Fluxo-Floema (1970). Na montagem dirigida por Susan Damasceno, Donizeti Mazonas é Osmo, um homem de meia idade, aparentemente sarcástico e amoral que vai pouco a pouco se revelando cada vez mais macabro.

A encenação é pautada por uma cenografia sintética, com poucos elementos, onde a luz cria espaços e tempos da ação. Como toda a peça se desenrola dentro de uma banheira, uma vez que o personagem narra a sua história enquanto toma banho, a cenografia é constituída essencialmente por um cubo de acrílico, que faz às vezes dessa banheira.

A atriz Érica Knapp faz uma participação especial, sem dizer uma única palavra, mas está presente durante todo o espetáculo.

Osmo é um anti-herói que busca compreender a dimensão da vida e da morte. Pensa unicamente em satisfazer os seus desejos, sem a interferência de uma moral que ponha freios aos seus instintos. Contudo ele busca em seus atos de horror a transcendência estética. Seu intento narrativo expõe tudo o que ele tem de humano, e isso implica percorrer os caminhos do bem e do mal”, explica Donizeti que tem se debruçado sobre a obra de Hilda já faz algum tempo e já fez outras três adaptações dos textos de Hilst.

 

Ficha Técnica

Texto – Hilda Hilst

Direção, adaptação, figurinos e trilha sonora – Susan Damasceno

Concepção, adaptação, cenografia e interpretação – Donizeti Mazonas

Participação especial – Érica Knapp

Iluminação – Hernandes de Oliveira

Fotos – Keiny Andrade

Produção – MoviCena Produções Artísticas

Assessoria de Imprensa: Morente Forte

Realização – Núcleo Entretanto, da Cooperativa Paulista de Teatro

Serviço

OSMO

Teatro Sergio Cardoso

Sala Paschoal Carlos Magno (144 lugares)

Rua Rui Barbosa, 153. Bela Vista

Bilheteria: 3288.0136

 De segunda a sábado, das 14h às 17h, para vendas antecipadas. De segunda a domingo, das 14h até o início do espetáculo. Aceita todos os cartões.
Vendas:  www.ingressorapido.com e 4003.1212

Quartas e Quintas às 20h

 Ingressos: R$ 20

 

Duração: 70 minutos

Recomendação: 18 anos

 

Somente 6 apresentações:

15,16, 22 e 23 de fevereiro e 01 e 02 de Março

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*