Peça celebra centenário de Akira Kurosawa

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

Qual das 4 versões é a mais verdadeira?

No ano em que se celebra o centenário do cineasta Akira Kurosawa, a Cia. Os Tios apresenta o espetáculo “Nem tudo é verdade Dentro do Bosque à Noite”, inspirado no filme “Rashomon” (1950), uma das obras-primas do mestre do cinema japonês. Dirigida por Paulo de Moraes, a peça está em cartaz às quartas e quintas-feiras, às 21h, no Teatro Bella.

Assim como para o filme de Kurosawa, o conto de Ryunosuke Akutagawa (1892–1927), considerado o “pai do conto japonês”, serviu de base para Armando Liguori Jr. urdir a trama: um casal entra num bosque e presencia um assassinato. Quatro versões do crime, a partir do ponto de vista de cada um dos personagens, é narrada.

“Kurosawa sugere que é impossível obter a verdade sobre um evento quando há conflitos de pontos de vista. Na montagem da Cia Os Tios, o público é convidado a refletir sobre o que é fato e o que é versão”, comenta Paulo de Moraes.

"Nem tudo é Verdade dentro do Bosque à Noite"

A construção do espetáculo utiliza uma narrativa não-convencional e uma linguagem que privilegia as ações físicas, criada a partir de uma intensa pesquisa de movimentos dos nove atores da companhia, sob a coordenação do diretor Paulo de Moraes e de Leticia Olivares, atriz e especialista em dança e consciência corporal.

“Trabalhamos com arquétipos que se traduzem em cada corpo por signos. Cada corpo busca uma mesma linguagem. A pesquisa de partituras corporais é utilizada como parâmetro de encaminhamento dos conteúdos das personagens”, diz Leticia.

“Os caminhos vão se formando pelo caminhar como trilhas no meio do mato; os movimentos vão se firmando com o repetir e tornam-se símbolos, a voz preenche o espaço e ecoa, a música cria o ambiente, a sobreposição de imagens transparentes cria uma paisagem. Eliminamos quase todos os elementos da cena, mas o homem concretiza. Essa é a força do teatro”, conclui Paulo de Moraes convidando o público a descobrir por que “Nem tudo é Verdade dentro do Bosque à Noite”.

Serviço:

“Nem Tudo é verdade Dentro do Bosque à Noite”

Duração: 50 minutos

Preço: 20,00 (inteira) e 10,00 (meia)

Teatro Bella – Rua Rui Barbosa, 399b, Bela Vista – 11 3283-2780 – www.teatrobella.com.br

Até 16 de dezembro

Quartas e quintas às 21h30

Dramaturgia: Armando Liguori Jr.

Direção: Paulo de Moraes

Direção de Movimento: Leticia Olivares

Música Composta: Ricardo Zohyo

Cenografia e Figurinos: Paulo de Moraes

Iluminação: Cia Os Tios

Produção: Cia Os Tios

Elenco: Armando Liguori Jr, Cacá Fernandes, Gabriela Cardoso, H Kimura, Leticia Olivares, Lucy Han, Maura HHayas, Ricardo Oshiro e Ricardo Sequeira.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.