Peça convida público a dar sua sentença

Luís Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

"Veredicto: peça suspeita" estreia sexta no Espaço dos Parlapatões

Uma aposta entre cinco jogadores é o ponto de partida para a criação de uma trama de suspense. Em Veredicto: peça suspeita – que estreia na próxima sexta-feira (17), às 21h, no Espaço Parlapatões – cada espectador é responsável por organizar as peças de um jogo, onde aparecem blefes e falsas pistas, para que, ao final, possa dar sua própria sentença.

Inspirado nas obras dos cineastas Alfred Hitchcock e David Lynch, o espetáculo convida o público a participar de um jogo de mistério no qual não é possível indicar um único desfecho. A plateia acompanha o desenrolar de um enigma através de cenas fragmentadas, tais como pistas que constituem peças de um jogo de quebra-cabeças, nas tramas de crime, chantagem e corrupção que envolvem os seus personagens.

Veredicto: peça suspeita procura se situar entre o cinematográfico e o teatral, utilizando de recursos da linguagem do cinema para explicitar características inerentes ao teatro. Assim, a transposição de recursos como o corte, o foco, o zoom e o travelling, bem como a utilização de excertos de filmagens da própria peça e de trechos de clássicos de Hitchcock numa tela ao fundo do palco.

Ao colocar-se na posição de organizador desse quebra-cabeça, o espectador se encontra nesse equilíbrio delicado, proporcionado pelo embate entre as linguagens artísticas, bem como entre o suspense de linha hitchcockianas, mais ligado a enredos e personagens bem definidos, e o sensorial, visual e fragmentário proposto pelo cinema de  Lynch.

Com texto de Felipe Lorca e direção de Diogo Spinelli, Veredicto: peça suspeita é fruto de pesquisa da Qualquer Companhia de Teatro. O espetáculo fica em cartaz no Espaço Parlapatões (Praça Franklin Roosevelt, nº 158, Centro), de 17 de setembro a 29 de outubro, sempre às sextas-feiras, às 21h. Os ingressos custam R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada).

Veredicto: peça suspeita

Texto de Felipe Lorca e direção de Diogo Spinelli

Com Ana Julia Marko, André Gimenes, Bernardo Fonseca Machado, Bianca Muniz e Lívia Piccolo

De 17 de setembro a 29 de outubro

Sextas-feiras, às 21h (exceto no dia 15 de outubro, em que não haverá apresentação)

Ingressos a R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada para estudantes, idosos, classe artística e moradores da Praça Roosevelt)

Indicado para maiores de 14 anos

Drama / suspense / humor negro

Espaço Parlapatões

Praça Franklin Roosevelt, nº 158, Centro – São Paulo

(11) 3258-4449

espacoparlapatoes.com.brtwitter.com/parlapatoes |parlapablog.blogspot.com

Capacidade para 96 pessoas

Acesso a portadores de necessidades especiais

Estacionamento conveniado à Rua Nestor Pestana, n° 129

A bilheteria funciona de terça-feira a domingo, das 16h às 22h

Os ingressos também podem ser comprados pelo siteIngresso Rápido

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*