ESTREIA DA 1ª MOSTRA DE DRAMATURGIA EM PEQUENOS FORMATOS CÊNICOS DO CENTRO CULTURAL SÃO PAULO TEM DÉBORA FALABELLA NO ELENCO

Redação do Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com)

"Mantenha fora do alcance do bebê" abre mostra no CCSP, a partir do dia 13.
“Mantenha fora do alcance do bebê” abre mostra no CCSP, a partir do dia 13.

SÃO PAULO  – Resultado de edital que recebeu mais de 200 trabalhos de dramaturgos em 2014, a  Mostra de dramaturgia em pequenos formatos cênicos do centro cultural São Paulo apresenta os seus três premiados a partir de 13 de junho, sábado, às 21 horas, na Sala Jardel Filho. A primeira peça que o público irá conferir será Mantenha fora do alcance do bebê, texto de Silvia Gomez que será encenado por Eric Lenate.  Depoisentra em cartaz no dia 10 de julho o espetáculo O Taxidermista, da Cia dos Imaginários. E para encerrar, Memórias Impressas, projeto com texto de Claudia Schapira, que se apresenta a partir de 31 de julho.

Depois do espetáculo, a plateia ainda leva para casa as peças, distribuídas gratuitamente ao final das apresentações. Para Kil Abreu, curador de teatro do Centro Cultural São Paulo, o projeto está em linha com o interesse do CCSP em valorizar as dramaturgias emergentes – tradicionais ou experimentais. “Os textos selecionados nos mostram, cada qual do seu modo, de que maneira esta provocação, aparentemente conservadora, pode abrir espaço para experiências artísticas frescas”.

Confira a sinopse de cada um dos espetáculos da Mostra de dramaturgia em pequenos formatos cênicos do centro cultural São Paulo:

Mantenha fora do alcance do bebê

Com elenco formado por Débora Falabella, Anapaula Csernik, Jorge Emil e Diego Dac, a peça tem texto assinado por Silvia Gomez, dramaturga formada no CPT – Centro de Pesquisas Teatrais, de Antunes Filho. A direção é de Eric Lenate, que também assina a cenografia do espetáculo. O diretor acabou de cumprir temporada no mesmo espaço com o texto Ludwig e suas irmãs. 

O texto mostra a entrevista de uma mulher (Débora Falabella) com uma assistente social (Anapaula Csernik), parte integrante do processo de adoção de um bebê. Porém, durante a conversa, as coisas fogem de controle e, como medida emergencial, Rubens (Jorge Emil), o marido da entrevistada, segue para o local. Fora dali, uma superpopulação de lobos toma ruas, calçadas e linhas de metrô. Jádentro da sala, um lobo selvagem acompanha em silêncio o desenrolar dessa conversa.

O Taxidermista

Com texto de René Piazentin, o espetáculo é uma fábula dramática. Em uma crítica ao mundo em que vivemos, onde violência e barbárie foram banalizadas, a peça narra o fim do mundo, não do jeito que sempre imaginamos e que os filmes americanos nos vendem, um apocalipse, uma solução final que termine com tudo de uma vez. No espetáculo, um homem empalha animais enquanto conversa com eles e ensina sua técnica para uma menina que deseja empalhar seu cachorro de estimação, que morreu no dia anterior

Memórias Impressas

A mostra se encerra com Memórias Impressas. Nesse espetáculo, o público testemunhará a memória tomar corpo. Intercalando os ambientes e fazendo uma costura entre as ações em cena, um DJ dá a textura musical do espetáculo.

Para roteiro:

MOSTRA DE DRAMATURGIA EM PEQUENOS FORMATOS CÊNICOS DO CENTRO CULTURAL SÃO PAULO apresenta  MANTENHA FORA DO ALCANCE DO BEBÊ Estreia 13 de junho, sábado, às 21 horas, na Sala Jardel Filho do CCSP. Texto – Silvia Gomez. Direção, Cenografia e Adereços – Eric Lenate. Elenco – Débora Falabella, Anapaula Csernik, Jorge Emil e Diego Dac. Assistência de Direção– Janaína Afhonso.  Assistência de Cenografia – Saulo Santos. Figurinos e Adereços – Rosângela Ribeiro. Iluminação e Adereços – Alini Santini. Mascareiro – Fábio Pinheiro. Direção de Palco – Diego Dac e Saulo Santos. Trilha Sonora, Sonoplastia e Engenharia de Som – L.P. Daniel. Projeto Gráfico – Laerte Késsimos. Fotos de Cena e Vídeos – Leekyung Kim. Direção de Produção – Ricardo Grasson. Produção Executiva – Cícero de Andrade e Ricardo Grasson. Assistente de Produção – Fran Ferraretto e Felipe Costa. Realização – Centro Cultural São Paulo. Produção – Gelatina Cultural Produções Artísticas. Idealização – Sociedade Líquida. Ilustração – Adriana Komura. Duração – 80 minutos. Indicado para maiores de 14 anos. Temporada – Sextas-feiras e sábados às 21 horas e domingos às 20 horas. GRÁTIS – retirada de ingressos com uma hora de antecedência. Até 5 de julho.

 

– Não haverá espetáculo no dia 19 de junho.

– No dia 26 de junho, sexta-feira, sessão extra às 19 horas.

 

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO – Sala Jardel Filho – Rua Vergueiro, 1000 –Estação de metrô Vergueiro – Fone 3397-4002. Bilheteria – abre uma hora antes do espetáculo. Capacidade – 321 lugares. Acesso para deficientes físicos. www.centrocultural.sp.gov.br

 

 

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*