Peça-instalação apresenta poéticos retratos do cotidiano

Michel Fernandes*, do Aplauso Brasil (michel@aplausobrasil.com)

 
 
 
Elenco de "Estilhaços"

Um singelo retrato do cotidiano é a proposta do espetáculo-instalação, Estilhaços, escrito e dirigido por Eduardo Wotzik, que um núcleo de investigação teatral carioca – formado por Analu Prestes, Clarice Derziê, Marcos França e Ricardo Kosovski – trouxe ao 20º Festival de Curitiba. Fragmentos de histórias que são comuns a qualquer um dos 90 espectadores que se acomodam sobre cubos brancos iluminados internamente, dispostos na imensa estrutura retangular, também branca e iluminada, com um fio de luz azul a envolver, tornam tais sementes reflexivas apontadas pelos textos gotas a exalar poesia.

O efeito prazeroso obtido segue o jogo teatral básico mais simples e desejável na relação entre o público e o espetáculo, ou seja, ao estar ciente do que se diz e de como dizer – destaquemos a excelente preparação vocal assinada por Jackie Hecker – , os atores alcançam a valorização das palavras de forma que todos possam pactuar do mesmo sentido.

Seguindo a escolha da valorização do essencial, Estilhaços acerta na opção pela neutralidade dos figurinos (Tatiana Brescia) e iluminação (Paulo César Medeiros), sendo a cenografia (a instalação de José Dias) parte determinante do texto cênico.

Certamente, o público paulistano – maior leitor do Aplauso Brasil – vai se deliciar com o enxuto espetáculo. Vamos torcer pra breve concretização disso!

*Michel Fernandes viajou a convite do Festival de Curitiba

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*