Pessoal do Faroeste estreia “Brancos e Malvados ou Ensaio Sobre Os 3 Porquinhos”

SÃO PAULO – O Pessoal do Faroeste comemora os 21 anos de existência com a estreia de um musical inédito sobre a ditadura de 1964, a gentrificação que o bairro vive e que abriga o antigo DOPS e também a sede da Companhia, além das torturas durante o período entre 1960 e 1980, e seus reflexos no entorno da hoje conhecida Cracolândia. A temporada vai de 21 de abril a 5 de agosto, sempre aos domingos, às 16h e às segundas-feiras, em dois horários, às 19h e às 21h30.

A recente demolição de uma quadra inteira de casas para a construção de um hospital que não vai mais existir, moradores que estão sendo colocados para fora para que outros possam chegar, a tortura ao corpo físico e o corpo urbano na cidade.

A peça narra a história de dois atores à espera do diretor para o ensaio. São moradores de um antigo cortiço, agora reformado por uma ONG, que possui um teatro no térreo. Por serem brancos foram os únicos que permaneceram com a reforma. Fazem teatro dentro de uma oficina ao longo de dez anos. A peça vai saltando no tempo, desde os primeiros ensaios de um grupo amador até a estreia de um grupo profissional. Heitor e Cícero são atores, o segundo também autor. O diretor ausente chama-se Prático. Os 3 porquinhos. Na história vive-se a construção da segunda casa, a quase resistente casa de Heitor. Este é o gancho para discutir a crônica da especulação imobiliária atual na região.

A Cia acabou de viver uma ação de despejo que foi incluída na dramaturgia.

O musical apresenta o ponto de vista dos vilões, homens brancos e maus na construção do Brasil, as traições, associações criminosas que formam o poder paralelo. Inspirado em HQ e filmes de super-heróis americanos, a peça também coloca em jogo o poder que os EUA exercem por meio da cultura pop, filmes de heróis e guerras.

Tempo: 80 minutos

Lotação: 40 lugares

Estreia: 21 de abril, às 16h.

Temporada: Domingo, às 16h e Segundas, às 19h e 21h30

De 21 de abril a 5 de agosto de 2019

Local: Sede Luz do Faroeste

Rua do Triunfo, 305

Metrô Luz

Ficha técnica:

 

Elenco, Atores:

Eduardo Fonseca e Ricardo Monastero

Músicos: Felipe Chacon,Luca Frazão e Rodrigo Zanettini

Texto, cenografia e direção geral: Paulo Faria

Canções, Trilha e Direção Musical: Felipe Chacon

Assistente de Direção Musical: Rodrigo Zanettini

Arranjos: Felipe Chacon e Rodrigo Zanettini

Luz: Tomate Saraiva

Montagem e operação luz/vídeo: Tara Tayx

Vídeo: Dário José e Paulestinos – Atila Fragozo e Renoir Santos

Figurino: Thais Dias e Paulo Faria

Confecção: Thais Dias e Elsa Dias.

Preparação Vocal: Luíza Abe

Preparação Corporal: Erika Moura

Direção de Produção: Ana Maria Santana

Produção executiva 2a fase: Fernanda Sophia e Renan Paini

Produção executiva 1a fase: Andressa Oliveira e Luana Almeida.

Administração: Mari Aguilar

Assistente de direção: Heitor Vallim

oficina de direção: Amanda Rodovalho e Le Souza

Arte: Paulestinos

Foto: Rodrigo Reis

Assessoria de Imprensa: Adriana Monteiro

Assessoria Jurídica: Vinicius Azevedo

empo: 80 minutos

Lotação 40 lugares

Estreia: 21 de abril, às 16h.

Temporada: De 21 de abril a 5 de agosto de 2019

Domingo, às 16h e segundas-feiras, às 19h e 21h30

Local: Sede Luz do Faroeste

Rua do Triunfo, 305

Metrô Luz

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*