Premiado espetáculo solo de Eduardo Mossri faz curta temporada na Biblioteca Mário de Andrade

 

 

 

 

 

 

 

 

SÃO PAULO – As cartas que sua avó recebia do seu avô, encontradas em 2009 pelo ator Eduardo Mossri, somadas a relatos verídicos de imigrantes libaneses no Brasil, foram as principais fontes da pesquisa para a construção do monólogo, que entra em cartaz na Biblioteca Mário de Andrade nas segundas-feiras de outubro, sempre às 19h.

A dramaturgia do espetáculo foi inteiramente apoiada em histórias reais de imigrantes libaneses no Brasil, inclusive do próprio autor e ator; as correspondências do imigrante libanês, que tentava ganhar a vida no Brasil no início do século XX, foram entregues por Eduardo ao dramaturgo José Eduardo Saad Vendramini, que também tem descendência libanesa.

“A peça é a história de um mascate, contada por um ator mascate que resgata suas próprias histórias para refletir sobre a imigração. É uma ode de amor e gratidão a todos aqueles que imigraram e enriqueceram nossa identidade cultural. ”, comenta o ator.

 

A encenação de Marcelo Lazzaratto optou por priorizar a voz do ator e os sons da trilha para encenar este texto. Enquanto o ator Eduardo Mossri interpreta as angústias, as conquistas e aventuras de Miguel com sua mala de mascate e um microfone antigo a tiracolo, a trilha composta por Gregory Slivar invade o palco. “Quero que a voz do Eduardo exista na mesma intensidade que a trilha, nesta encenação a música e os sons terão o mesmo volume e importância que a voz falada, uma história contada principalmente pelo som”, explica o diretor, que também é responsável pela luz do monólogo.

O figurino criado pelo estilista Fause Haten traz cores claras, desenhando a elegância masculina do início do século XX. O cenário assinado por Renato Bolleli tem como objetivo evidenciar o ator usando poucos elementos, como ribaltas margeadas por galhos de cedro que formam um semicírculo atrás de Eduardo, torres de luz e um pedestal.

‘Cartas Libanesas’ completou mais de 100 apresentações em passagens por diversas cidades e estados brasileiros, muitas no interior de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Piauí.

Foi indicada aos Prêmios Shell, APCA e Aplauso Brasil na categoria Melhor Autor e recebeu convite para a Abertura do 10° Festival Internacional de Teatro do Tanger/Marrocos de 2016 e Théâtre Monnot de Beirute e na The Holy Spirit University of Kaslik – Líbano – 2017

Em São Paulo, estreou em 2015 e fez temporadas de sucesso no SESC Ipiranga e no Teatro da Livraria da Vila.

 

inopse
Miguel é um jovem libanês que vem para o Brasil com o intuito de prosperar financeiramente e logo voltar ao Líbano, onde deixou sua esposa grávida. Após anos de sofrimento e trabalho, se descobre apaixonado pela nova terra e decide convencer a mulher a vir morar com ele no novo país.

 

Ficha Técnica

Texto: José Eduardo Vendramini. Direção e Iluminação: Marcelo Lazzaratto Ator: Eduardo Mossri. Cenário: Renato Bolleli. Trilha Sonora: Gregory Slivar Figurinos: Fause Haten. Assistente de direção: Wallyson Motta. Preparação vocal: Rodrigo Mercadante. Visagismo: Nael Kassees. Fotógrafo: Felipe Stucchi Produção: Eduardo Mossri

 

SERVIÇO

Auditório Rubens Borba de Moraes da Biblioteca Mário de Andrade.

Rua da Consolação, 94 – República. Tel. (11) 3775-0020

Dias 7, 14, 21 e 28 de outubro, segundas-feiras, às 19h

Indicação de faixa etária: 12 anos

Duração: 80 minutos

Acesso para portadores de necessidades especiais

Lotação: 170 lugares

As senhas começam a ser distribuídas uma hora antes.

Um ingresso por pessoa.

PROGRAMAÇÃO GRÁTIS

 

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*