SÃO PAULO – Qual é o percurso que uma obra de arte faz até chegar ao público? Esse é o ponto de partida da peça Política da Editora, criação do dramaturgo Eduardo Aleixo publicada pela Editora Giostri. O espetáculo chega aos palcos pela primeira vez com direção de Cintia Alves entre os dias 1º de junho e 2 de julho, na SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt, com sessões às sextas, sábados e segundas, às 21h; e domingos, às 19h, totalizando 20 apresentações. Os ingressos custam até R$ 30 e são vendidos somente na bilheteria e em dinheiro.

No texto um escritor luta para ter seu livro integrando o catálogo de uma grande editora. Escritor, editor, revisora e tradutora entram em conflito em uma sala de reuniões. Pouco a pouco, são revelados os mecanismos de poder que permeiam as relações entre arte e mercado, convertendo uma obra em fetiche de mercadoria.

Escrita em 2015, a peça venceu o Concurso Jovens Dramaturgos do SESC, recebeu menção honrosa no Programa Nascente da USP e obteve o segundo lugar no Prêmio Martins Pena da União Brasileira de Escritores.

FICHA TÉCNICA

Dramaturgia: Eduardo Aleixo

Direção: Cintia Alves

Assistência de direção: Leticia Soares

Elenco: Adriana Azenha, Eduardo Bartolomeu, Jany Canela, Miriam Limma e Rogério Favoretto

Assessoria de imprensa: Agência Fática

SERVIÇO

Política da Editora, da Casa Brasileira de Dramaturgia

SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt – Sala R1 Praça Roosevelt, 210, Centro

Temporada: 1º de junho a 2 de julho

Às sextas-feiras, aos sábados e às segundas, às 21h; e aos domingos, às 19h

Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 10 (aprendizes da SP)

Vendas na bilheteria em dinheiro

Classificação: 12 anos

Duração: 50 minutos