PRÊMIO REVERÊNCIA CONSAGRA “URINAL” E “KISS ME, KATE” COMO MELHORES MUSICAIS DE 2016

Kyra Piscitelli, do Aplauso Brasil (kyra@aplausobrasil.com.br)

"O Prêmio Reverência" teve apresentação dos atores Daniel Boaventura eTotia Meireles. Foto: Caio Gallucci / Divulgação
“O Prêmio Reverência” teve apresentação dos atores Daniel Boaventura e Totia Meireles. Foto: Caio Gallucci / Divulgação

SÃO PAULO – Aconteceu em São Paulo a segunda edição do Prêmio Reverência, que celebra o teatro musical brasileiro. Os grandes vencedores foram Kiss me, Kate – O Beijo da Megera, que venceu em quatro categorias e Urinal, o Musical, que levou cinco. A atriz Marília Pêra recebeu uma homenagem póstuma em vídeo, com depoimentos de amigos, familiares, admiradores e companheiros de trabalho. Atrizes e atores do gênero teatral também cantaram canções de musicais que ela encenou.

Marília Pêra foi homenageada no "Prêmio Referência". Foto: Caio Gallucci / Divulgação
Marília Pêra foi homenageada no “Prêmio Referência”. Foto: Caio Gallucci / Divulgação

O Prêmio Reverência busca unir as grandes produções de Rio de Janeiro e São Paulo para a premiação. A ideia é de que o evento aconteça de forma intercalada entre as duas cidades. Como a primeira edição aconteceu na cidade maravilhosa, a segunda teve sede no Teatro Alfa, na capital paulista.

Antonia Prado, idealizadora do prêmio, abriu o evento apresentado pelos atores Totia Meireles e Daniel Boaventura. Em sua fala emocionada, reforçou a importância da pluralidade de produções que concorrem e o objetivo de trazer mais público e mais pessoas para os musicais brasileiros.

Antonia Prado (foto) é a idealizadora do "Prêmio Reverência". Foto: Caio Gallucci / Divulgação
Antonia Prado (foto) é a idealizadora do “Prêmio Reverência”. Foto: Caio Gallucci / Divulgação

O Prêmio Bibi Ferreira, organizado por Marllos Silva, que contempla o gênero em São Paulo desde 2013, foi reverenciado por Antonia. “Nós queremos somar com o Bibi Feirreira”, disse ao salientar o valor de união pretendido pelo Reverência.

Luiz Carlos Miele, jurado do prêmio Reverência na primeira temporada e morto em 2015, também foi lembrado pela idealizadora Antonia. O Canal Bis, que fez transmissão ao vivo da festa, fará uma reapresentação em 3 de agosto. Para mais detalhes, basta acessar: http://canalbis.globo.com/.

 

Veja os ganhadores do Prêmio Reverência

MELHOR ATOR
José Mayer, por Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Fábio Redkowicz, por Urinal, o Musical 

MELHOR ATRIZ 
Laila Garrin, por O Beijo No Asfalto – O Musical

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Fabi Bang, por Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera

MELHOR DIREÇÃO 
Zé Henrique de Paula, por Urinal, o Musical

MELHOR AUTOR
João Falcão, por Gonzagão – A Lenda

MELHOR COREOGRAFIA
Alonso Barros, por Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera

MELHOR FIGURINO 
Carol Lobato, por Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera

MELHOR CENÁRIO 
Zé Henrique de Paula, por Urinal, o Musical 

MELHOR DESIGN DE SOM 
Marcelo Claret, por Kiss Me, Kate – O Beijo da Megera

MELHOR ILUMINAÇÃO
Paulo Cesar Medeiros, por Nine – Um Musical Felliniano

MELHOR DIREÇÃO MUSICAL 
Fernanda Maia, por Urinal, o Musical

CATEGORIA ESPECIAL
Claudio Botelho, por versões de Kiss Me, Kate – o Beijos da Megera

MELHOR MUSICAL 
Urinal, O Musical

MELHOR ESPETÁCULO VOTO POPULAR 
Mudança de Hábito
 – Time For Fun

JURADOS: Janece Botelho (RJ), Macksen Luiz (RJ), Matina Rubin (RJ), Rafael Teixeira (RJ), Ana Botafogo (RJ), Daniel Schenker (RJ), Tânia Brandão (RJ), Paulo Afonso de Lima (RJ), Claudia Hamra (SP), Miguel Arcanjo Prado (SP), Kika Sampaio (SP), Ubiratan Brasil (SP), Lucia Camargo (SP), Claudio Erlichman (SP), Neyde Veneziano (SP), Maria Luísa Barsanelli (SP). 

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!