Privacidade e máscaras sociais são temas de nova peça dirigida por Kiko Marques

Redação do Aplauso Brasil (redacaoaplausobrasil.com.br )  

"FazDeConta". Foto/Crédito: divulgação
“FazDeConta”. Foto/Crédito: divulgação

SÃO PAULO – Com direção de Kiko Marques (Prêmios Shell, APCA, Aplauso Brasil e Qualidade Brasil pela encenação de 2013), chega ao palco do Instituto Cultural Capobianco texto inédito de Alan Ayckbourn, FazDeConta. O espetáculo estreia no sábado, dia 25 de outubro, às 20 horas.  Na história, os personagens Justin (Márcio Macedo)  e Julie-Ann (Elienay da Anunciação) irão anunciar formalmente seu noivado aos pais, mas uma visita inusitada descortina diante do rapaz o futuro assustador que o espera com este casamento. Nos dias 1º, 16 e 30 de novembro, a apresentação terão tradução simultânea em libras.

FazDeConta é o primeiro trabalho criado pelo Núcleo de Produção do Instituto Cultural Capobianco, uma iniciativa da gestora do local Fernanda Capobianco, em parceria com o Coletivo Lótus. A partir de encontros voltados a sanar a lacuna sobre produção teatral, artistas interessados se reúnem e idealizam seus projetos. Dentro deste universo foi fundado o jovem grupo Vil Companhia – formada por Érica Kou e Pedro Vicente, alunos recém-formados pelo INDAC Escola de Atores.

"FazDeConta". Foto/Crédito: divulgação
“FazDeConta”. Foto/Crédito: divulgação

“Esse faz de conta, que dá nome à peça, diz respeito aos personagens sociais que nós criamos para nós mesmos e que nos afastam da nossa essência. Muitas vezes, as pessoas vivem num faz de conta. A peça mostra essa diferença entre aquilo que criamos para nós e o que de fato somos. A invasão de privacidade que a peça retrata, com os pais visitando o casal, os vizinhos entrando na festa de noivado e com o público assistindo a história de dentro da casa, serve para revelar o que os personagens tem por trás das máscaras,”  conta o diretor Kiko Marques.

Além do texto, os figurinos criados conjuntamente pelo diretor e pela Chis Aizer, também realçam esses estereótipos das máscaras de cada figura que serão escancarados ao final da peça: a dançarina vestida de forma sexy, o ex-boxeador ainda com as roupas da época em que competia, o noivo e a noiva vestidos corretamente para a visita dos pais, etc.

Sobre o diretor artístico Kiko Marques
Kiko Marques é ator, diretor e dramaturgo. Trabalhou em importantes produções sob direção de Moacyr Góes, Moacyr Chaves, Jô Soares – Ricardo III, Renata Melo – Simpatia, José Sanchis Sinisterra – Ay Carmelai, Marco Antônio Braz – A Alma Boa de Setsuan e Luiz Villaça – Sem Pensar, Participou do grupo CPT de Antunes Filho.  E é diretor artístico da Velha Companhia.

Sobre o autor Alan Ayckbourn
Alan Ayckbourn, um dos maiores dramaturgos vivos atualmente, nascido em 1939, na cidade de Londres, com mais de 80 peças escritas e encenadas. Foi diretor artístico do Stephen Joseph Theatre, com peças premiadas na Broadway e montadas no Royal Shakespeare Company. E, a partir de agora, passa a ser encenado e prestigiado também no Brasil.

FICHA TÉCNICA
Autor: Alan Ayckbourn. Direção: Kiko Marques. Tradução: Alexandre Tenório. Assistente de Direção: Patrícia Gordo.Elenco: Márcio Macedo, Elienay da Anunciação, Érica Kou, Paulo Mendonça, Lu Severi, Letícia Soares. Ator convidado:Fernando Neves. Cenário e Figurino: Chris Aizner. Sonoplastia: Raul Teixeira. Desenho de Luz: Fran Barros.Intérprete de Libras: Karen Kumi Nabeta. Produção e Idealização: Vil Companhia e Lótus Produções Artísticas.Consultoria de Produção: Alejandra Sampaio, Fernanda Capobianco e Patricia Gordo. Coordenação de Produção:Érica Kou Produção executiva: Pedro Vicente e Lydia Arruda. Projeto gráfico: RV Mondel. Parceria: Instituto Cultural Capobianco. Patrocínio: Meiwa Embalagens.

SERVIÇO
FazDeConta, estreia dia 25 de outubro, às 20h, no Instituto Cultural Capobianco. Endereço: Rua Álvaro de Carvalho, 97 – Centro. Telefone: (11) 3237 1187. Temporada: de 25 de outubro a 8 de dezembro, sábados, domingos e segundas, às 20h. Ingressos: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia). Duração: 105 minutos. Capacidade: 45 lugares. Classificação: 14 anos.

*Nos dias 1º, 16 e 30 de novembro, o espetáculo conta com tradução em libras.