“Renata Pallottini, Amor, Poesia e Anarquia” com em cartaz no Sérgio Cardoso

SÃO PAULO – A peça Renata Pallottini, Amor, Poesia e Anarquia, faz curta temporada no Teatro Sérgio Cardoso até 10 de fevereiro, segundas-feiras, às 20h. O espetáculo é composto por poemas declamados e musicados em homenagem à dramaturga e poeta Renata Pallottini (20/1/1931), cujo aniversário de 89 anos será comemorado no dia que a peça entra em cartaz.

Concebido como um poema cênico, Renata Pallottini, Amor, Poesia e Anarquia traz declamações de poemas dos livros No Céu de CachorrosLivro de Sonetos e Um Calafrio Diário interpretados pelas atrizes Fernanda Viacava e Luiza Braga. Também constam poemas de Chocolate Amargo musicados por Jean Garfunkel e Pedro Vieira interpretados pela cantora Cibele Codonho.

Durante a peça, o público poderá assistir trechos do documentário Viva Renata, com depoimentos de amigos como Antônio Abujamra e Lauro César Muniz, que lembram momentos vividos juntos e a posse da artista na Academia Paulista de Letras.

Também serão projetadas falas da poeta gravadas em várias sessões de entrevistas em que ela percorre ruas de sua infância, ruas por onde morou e mora, depoimentos sobre sua obra e memórias de sua família, que tem nas raízes líderes do anarquismo – ideologia  que nunca abandonou, mesmo nos anos de chumbo.

Ficha Técnica
Poemas: Renata Pallottini. Direção e Adaptação: Pedro Vieira. Atrizes: Fernanda Viacava e Luiza Braga. Cantora: Cibele Codonho.

Serviço
Renata Pallottini, Amor, Poesia e Anarquia
De 20 de janeiro a 10 de fevereiro. Segundas-feiras, 20h.
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (estudantes, professores e idosos e moradores da Bela Vista).
Classificação: 16 anos.
Duração: 55 minutos.
Capacidade: 149 pessoas (Sala Paschoal Carlos Magno)

Sobre a Amigos da Arte

A Amigos da Arte, Organização Social de Cultura responsável pela gestão do Teatro Sérgio Cardoso,  trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da Amigos da Arte, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos como o Museu da Diversidade Sexual e o Teatro Estadual de Araras. Saiba mais em: www.amigosdaarte.org.br.

Teatro Sérgio Cardoso
Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista. São Paulo – SP. CEP 01326-010.

Estações do Metrô Próximas: São Joaquim e Brigadeiro. Linhas de ônibus: 475M-10 Jd. da Saúde; 967A-10 Imirim/Pinheiros.
Bilheteria – 11 3288-0136. Horário de Funcionamento: Vendas Antecipadas – de terça a sábado das 14h às 19h | Vendas para o Espetáculo do dia – das 14h até o início do espetáculo.

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!