RESENHA: COMÉDIA DRAMÁTICA PÕE A NU CASAL EM CRISE

Maurício Mellone * (redacao@aplausobrasil.com)

NÃO CONTÉM GLÚTEN
NÃO CONTÉM GLÚTEN

SÃO PAULO – Peça inédita de Sérgio Roveri, a comédia dramática Não contém glúten ganha uma montagem minimalista pelas mãos do diretor José Roberto Jardim, em que o casal Sue e Michael, interpretados por Bia Seidl e Pascoal da Conceição, está prestes a receber a visita de um casal de amigos, Dorothy e Henry. Num verdadeiro jogo de aparências — eles estão elegantemente vestidos e contentes, mas escondem velhas intrigas e frustrações —, o contato com os amigos e a diferença de vida entre os dois casais fazem com que Sue e Michael reavaliem suas vidas e o amor que ainda sentem um pelo outro.

“A peça é um mergulho, muitas vezes cruel, na intimidade de um casal que não atravessa o melhor momento de sua relação. Diante de visitantes que parecem desfrutar de uma realidade idílica, os donos da casa são obrigados a encarar a insignificância do seu dia a dia”, atesta o dramaturgo Sérgio Roveri.

Com gestos mínimos e restritos a um pequeno espaço, Sue e Michael a todo o momento procuram demonstrar e aparentar como estão felizes, principalmente diante do sucesso e da boa situação que se encontram seus velhos amigos, que não aparecem em cena mas os diálogos e a presença são reproduzidos pelos anfitriões. No entanto esta aparência de felicidade esconde um mar de frustrações: os diálogos com os visitantes deixam vir à tona o ciúme, o fracasso profissional, o trauma pela falta de filhos, a incapacidade com a administração doméstica e a alergia a glúten, expressa no título da peça.

Além da restrição espacial e física, os atores nem se tocam, os únicos movimentos são o de levantar e o de sentar em confortáveis poltronas. Com esta proposta minimalista o diretor quis evidenciar a real situação vivida pelo casal:

“Minha função como diretor é conduzir o público a um outro estado perceptivo, por isso busco desenhar nas cenas ritmos e atmosferas sonoras que valorizem mais o que está submerso do que o comumente dito pelos personagens. Confinar os atores numa pequena área, fazendo-os desenhar o espaço apenas com suas vozes e tons, é o pedal que utilizo para que o desgaste e a perversidade da relação desse casal cheguem até o espectador de maneira profundamente cáustica, potente e angustiante”, afirma José Roberto Jardim.

NÃO CONTÉM GLÚTEN
NÃO CONTÉM GLÚTEN

Além do texto recheado de humor corrosivo que provoca reflexão e uma direção impactante, a montagem de Não contém glúten se vale muito da precisa iluminação (também assinada pelo diretor) e do rigor e da competência cênica de Bia Seidl e Pascoal da Conceição — um exercício e tanto de interpretação! O vestido de Lino Villaventura que Bia usa também é deslumbrante e merece destaque, pois a personagem fica ainda mais elegante e luxuosa. O espetáculo não será apresentado durante a Virada Cultural, mas fica em cartaz até o dia 12 de junho.
* Maurício Mellone publicou o texto no www.favodomellone.com.br – parceiro do Aplauso Brasil

 

Roteiro:

Não contém glúten. Texto: Sérgio Roveri. Direção: José Roberto Jardim. Elenco: Bia Seidl e Pascoal da Conceição. Trilha original: Piero Damiani. Iluminação, cenário e figurino: José Roberto Jardim e Academia de Palhaços. Vestido da Bia Seidl: Lino Villaventura. Produção: Gelatina Cultural. Fotografia: Victor Iemini.
Serviço:
SESC Santana (330 lugares), Av. Luiz Dumont Vilares, 579, Santana,tel.: 11 2971-8700. Horários: sexta e sábado às 21h e domingo às 18h. Ingressos: R$9 a R$30. Bilheteria: de terça a sábado das 9h às 21h e aos domingos das 10h às 18h. Ingressos podem ser adquiridos nas unidades do Sesc. Duração: 55 min. Classificação: 12 anos. Temporada: até 12 de junho.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*