RockAntygona: Tragédia grega de cara nova

Adriano Oliveira, especial para o Aplauso Brasil

Luís Melo é Creonte em adaptação de "Antígona"

O diretor Guilherme Leme dá cara nova ao texto da tragédia grega Antígona, de Sófocles. Durante dois anos, Leme buscou um novo projeto, até que conseguiu e trouxe uma encenação moderna que conta com a participação do ator Luis Melo. A cidade do Rio de Janeiro já conferiu a atração. Agora é a vez da terra da garoa, São Paulo, prestigiar o espetáculo RockAntygona.

A trama conta a trajetória de Antígona, protagonizada pela atriz Miwa Yanagizawa, que deseja enterrar o seu irmão Polinice, o qual atentou contra a cidade de Tebas. Porém, o tirano Creonte (Luís Melo) impede que os mortos, que atentaram contra a cidade, fossem enterrados. Uma ofensa para a família do morto. A heroína Antígona desafia as leis e enterra o irmão, sendo depois capturada e condenada à morte por Creonte.

“É uma montagem que tem de ser encenada com a pulsação e a adrenalina de um show de rock”, completa o ator do espetáculo Luís Melo, justificando o título da peça.

"RockAntygona"

A construção do texto é feita em conjunto pelos atores e o trabalho é supervisionado pelo dramaturgo premiado Caio de Andrade.

O diretor conta que os dois (ele e Caio) estudaram juntos todas as versões da tragédia e do mito de Antígona.

O cenário é assinado por Aurora dos Campos, já parceira de Guilherme Leme em três peças anteriores. Marcelo H é responsável pela trilha sonora.

Ele, que esteve nos últimos cinco espetáculos do diretor, opera, em Rockantygona, o som ao vivo diante do público, comentando as cenas, por meio de um microfone.

“A trilha foi composta originalmente para esta produção. Estamos usando guitarras distorcidas e som pesado para dar o tom apropriado”, diz H.

RockAntígona

Teatro Sesc Santana

Av. Luiz Dumont Villares, 579. Telefone: 2971-8700
Bilheteria: 10h/21h (ter. a sex.); 10h/19h (sab. e dom.).

Ingressos também no CineSesc e nas demais unidades do Sesc.

Sexta e sábado, às 21h. Domingo, às 19h30
Ingressos: R$ 20

R$ 10 (usuário matriculado no SESC e dependentes, + 60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 5,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).
Duração: 60 minutos

Recomendação: 16 anos

Gênero: Tragédia

Estreia dia 09 de outubro

Temporada: até 14 de novembro

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*