Édipo pra lá de surpreendente

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Eucir de Souza é Édipo

Édipo é uma tragédia especial, à medida em que é a primeira obra de arte de suspense, escrita por um dos maiores gênios da antiguidade grega,  Sófocles, baseada em mitos de sua época. Édipo Rei é o único caso bem sucedido, que se conhece, em que o investigador e o criminoso são a mesma pessoa.

Já houve autores que tentaram a mesma façanha, como é o caso de A Criança Enterrada, de Sam Shepard, que recebeu o Prêmio Pulitzer. Pois Elias Andreatto ousou fazer uma adaptação do texto grego, reduzindo-o a setenta minutos nos quais consegue envolver o público nos conflitos do personagem original. Transformou a história num texto de cunho realista, onde o coro grego é substituído por sanfonas, com resultado ótimo. Só vendo pra crer.Quem dirige a montagem é o próprio Elias que também atua ao lado de Tânia Bondezan, Clovys Torres, Nilton Bicudo, Daniel Maia, Romis Ferreira e Eucir de Souza (que interpreta com brilho o protagonista, auxiliado pelo elenco competente e mais experiente do que ele).

Elias Andreato vive Tirésias

A meu ver é uma encenação imperdível por seus acertos fantásticos inclusive em termos de cenário (também de Elias), figurinos (Laura Uzak Andreato) e ilumicação impecável de Wagner Freire. Somados à adaptação e elenco já mencionados. Só está em cartaz terças, às 21h, no Teatro Eva Herz (Dentro da Livraria Cultura do Conjunto Nacional).

O teatro não é grande de modo que é mais garantido comprar pela internet.

Roteiro:
Édipo, de Sófocles.  Adaptação, direção e cenário: Elias Andreato. Elenco: Eucir de Souza, Tânia Bondensan, Romis Ferreira, Nilton Bicudo, Daniel Maia, Clóvys Tôrres e Elias Andreato. Música composta: Daniel Maia. Desenho de luz: Wagner Freire. Figurino: Laura Huzak Andreato e Marc Lab. Programação visual: Elifas Andreato. Fotos: Águeda Amaral. Direção de produção: Marlene Salgado. Assistente de direção: André Acioli

Serviço:
Teatro Eva Herz (166 lugares), Av. Paulista, 2073- Livraria Cultura/Conjunto Nacional; Informações:                         (11)3170-4059             www.teatroevaherz.com.br . Terças às 21h. Ingresso: R$ 40. Duração: 70 min. Classificação etária: 14 anos. Bilheteria: terça a sábado, das 14 às 21h; domingo das 12 às 19h. Aceita todos os cartões e não se aceita cheques. Vendas pela interneta- WWW.ingresso.com Vendas por telefone: 4003-2330. Temporada até 21 de junho.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.