Saiba quem faturou o Prêmio Governador do Estado 2011

Luis Francisco Wasilewski, especial para o Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com)

"O Jardim", da Cia. Hiato, vencedora na categoria Teatro

SÃO PAULO – A produtora da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Renata de Almeida, foi o grande Destaque Cultural escolhido pelo júri do Prêmio Governador do Estado para a Cultura 2011. Ela recebe o prêmio de R$ 100 mil da Secretaria de Estado da Cultura pelo conjunto do seu trabalho. Desde 1990, junto com seu marido Leon Cakoff, que faleceu no ano passado, ela é responsável pela seleção de filmes e programação da mais conhecida mostra cinematográfica do País e uma das mais importantes do mundo. O Prêmio foi entregue na noite da última terça-feira (24) em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes.

O Prêmio Governador 2011 distribuiu mais sete prêmios em dinheiro, no valor de R$ 60 mil cada, para os vencedores do júri das outras modalidades: o artista plástico Fernando Lemos, pela exposição Lá & , na modalidade Artes Visuais; Marco Dutra e Juliana Rojas na modalidade Cinema, pelo filme Trabalhar Cansa; em Circo, Roger Avanzi, com seu personagem Palhaço Picolino; a companhia Ballet Stagium, em Dança, pelo espetáculo comemorativo dos seus 40 anos; Sérgio Vaz na modalidade Inclusão Cultural, com seu trabalho na Cooperativa Cultural da Periferia (Cooperifa); Suzana Salles, no prêmio de Música, pela realização da Semana da Canção Brasileira de São Luiz do Paraitinga; e a Cia. Hiato, em Teatro, com o espetáculo O Jardim.

No total, o Prêmio Governador 2011 entregou R$ 520 mil, o maior valor distribuído por um governo estadual brasileiro em uma premiação do tipo.

"Luís Antonio Gabriela" venceu pelo júri popular

“O reconhecimento do trabalho realizado é um incentivo do Governo de São Paulo para estimular a produção cultural de qualidade”, afirma o Secretário de Estado da Cultura, Andrea Matarazzo.

Além do prêmio do júri, em dinheiro, os artistas, grupos e instituições escolhidos pelo voto popular receberam o troféu elaborado pelo artista plástico Florian Raiss especialmente para o Prêmio Governador 2011. O site do evento na internet recebeu mais de 120 mil votos entre os dias 3 e 23 de janeiro.

Duas modalidades tiveram apenas votação popular: com 12.988 votos, o SESC-SP foi escolhido como a melhor Instituição Cultural de 2011; já a Caixa Econômica Federal, com 7.493 votos, recebeu o prêmio popular de Mecenato.

Além do prêmio do júri, Sérgio Vaz, coordenador da Cooperifa, também foi o escolhido pelo voto popular na modalidade Inclusão Cultural (4.744 votos) e ainda recebeu o Destaque Cultural, pelo conjunto da obra, com 3.524 votos.

Confira os outros ganhadores do voto popular: Nelson Leirner, com a exposição 2011-1961=50 anos, na modalidade Artes Visuais (1.483 votos); Moacyr Franco, na modalidade Cinema, pela atuação em O Palhaço (11.071 votos); José Amilton França, em Circo, com o personagem Palhaço Tubinho (8.388 votos); o Ballet Stagium, em Dança, com 4.068 votos. Na modalidade Música, Inezita Barroso recebeu 6.029 votos pelo programa Viola, Minha Viola; e em Teatro, a Cia. Munguzá recebeu 2.107 votos pelo espetáculo Luis Antonio – Gabriela.

Criado na década de 1950, o Prêmio Governador do Estado foi por vários anos um dos mais tradicionais do país. Nos anos 1990, deixou de ser entregue e ficou suspenso por mais de duas décadas, até ser retomado em 2010. Ao longo de sua história, premiou artistas como Cleyde Yáconis (1953, 1958 e 1961), Stênio Garcia (1966) e Esther Góes (1973). Em 2010, primeiro ano da retomada, foram premiados o músico Tom Zé, a artista plástica Amélia Toledo e a atriz Nydia Lícia, entre outros artistas.

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*