SAIBA QUEM LEVOU O APCA 2016 NA CATEGORIA DE TEATRO ADULTO

Kyra Piscitelli, do Aplauso Brasil (kyra@aplausobrasil.com)

A atriz Maria Alice Vergueiro recebeu o Grande Prêmio da Crítica do APCA, em 2016. Crédito: Andre Stefano
A atriz Maria Alice Vergueiro recebeu o Grande Prêmio da Crítica do APCA, em 2016. Crédito: Andre Stefano

 SÃO PAULO – Na noite desta quarta-feira (30), os membros da APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) se reuniram para a votação dos melhores do ano. O encontro aconteceu no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo. Para o teatro foram escolhidos nomes e peças para sete categorias: ator, atriz, autor/dramaturgia, diretor, espetáculo, Prêmio Especial da Crítica e o Grande Prêmio da Crítica. A cerimônia de entrega para os vencedores deve ocorrer entre março e abril de 2016, mas ainda não há data definida.

A comissão de teatro de críticos da APCA realiza três reuniões ao ano. Duas delas são para escolher concorrentes para o primeiro e segundo semestre. Das sete categorias, cinco são divulgadas a cada votação, com exceção do Grande Prêmio da Crítica e Prêmio Especial. A intenção de fazer duas reuniões antes da final é contemplar ao máximo a cena paulistana.

Neste ano, nenhum espetáculo ganhou mais de um prêmio. No entanto, a categoria de melhor direção terá dois troféus: um para João Falcão, por Gabriela, um Musical e outro para Kiko Marques, por Sinthia.

Os prêmios de melhor ator e melhor atriz, por coincidência, irão para dois solos: O Testamento de Maria, com interpretação de Denise Weinberg e Cachorro Enterrado Vivo, com Leonardo Fernandes.

A atriz Maria Alice Vergueiro que neste ano fez o espetáculo Why The Horse?, em que encenava a própria morte, será homenageada com o Grande Prêmio da Crítica.

O Prêmio Especial foi para a fotógrafa Lenise Pinheiro, que registra a cena paulistana há décadas.

 

Confira os indicados de 2016 a cada categoria. Os vencedores estão em negrito:

 

AUTOR

Jô Bilac (Fluxorama)

Leonardo Cortez (Sala dos Professores)

Luis Alberto de Abreu (Cabras – cabeças que voam, cabeças que rolam)

Newton Moreno (Um Berço de Pedra)

Sergio Roveri (Não Contém Glúten)

Vinicius Calderoni (Os Arqueólogos)

  

ATOR

Bruce Gomlevsky (Uma Ilíada)

Eric Lenate (Fim de Partida)

Flávio Bauraqui (Cartola – O Mundo é um Moinho)

Leonardo Fernandes (Cachorro Enterrado Vivo)

Ney Piacentini (Espelhos)

Rodrigo Bolzan (Projeto Brasil)

 

ATRIZ

Bárbara Paz (Gata em Telhado de Zinco Quente)

Bia Seidl (Não Contém Glúten)

Cristina Cavalcanti (Um Berço de Pedra)

Denise Weinberg (O Testamento de Maria)

Juliana Galdino (Leite Derramado) 

Laila Garin (Gota D’água [A Seco] )

 

 DIRETOR

Duda Maia (Auê)

João Falcão (Gabriela, um Musical)

José Roberto Jardim (Não Contém Glúten)

Kiko Marques (Sínthia)

Leonardo Moreira (Amadores)

William Pereira (Um Berço de Pedra)

  

ESPETÁCULO

A Tragédia Latino-Americana

O Grande Sucesso

Os Arqueólogos

Projeto Brasil

Sobre Ratos e Homens

Um Berço de Pedra


GRANDE PRÊMIO DA CRÍTICA

Maria Alice Vergueiro (Pela trajetória no teatro)


PRÊMIO ESPECIAL

Lenise Pinheiro (pelo registro histórico da cena teatral paulista)

 

 

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli é jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo e fez pós-graduação em Globalização e Cultura pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Escreve sobre teatro e arte desde de 2009. Integra os Juris da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e do Prêmio Aplauso Brasil. Ávida por conhecimento, se não está em viagem ou estudo, só há um lugar para achá-la: o teatro!

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*