Sem Pensar revela atriz

Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com)

Cena de "Sem Pensar"

É claro que não se trata de Denise Fraga – há bastante tempo admirada pelo público – e sim de uma jovem atriz, Júlia Novaes, que interpreta Delilah, a filha dela na peça.  Formada pelo Teatro- Escola Célia Helena, a mocinha domina o palco tanto em cenas divertidas como nas mais tocantes. E seu talento sobressai sobre tudo o mais em Sem Pensar.

A peça, que está em cartaz desde maio com casa lotada, acaba de prorrogar a temporada até outubro. Escrita por uma inglesa, Anya Reiss, tem como novidade mostrar o absurdo na vida comum das pessoas que não se respeitam e vivem com pressa.

Mais atual do que a tendência herdeira do surrealismo que, no início dos anos 60 e fim dos 50, do século 20, dominou o teatro na França e que, de certo modo, se assustava com a consciência de que nem tudo tem nexo. Isso, embora os principais autores dessa linha fossem de outros países e para lá (Paris/ França) imigraram talvez para serem mais aceitos: Samuel Beckett era Irlandês e Eugène Ionesco era romeno.

Denise Fraga e Kiko Marques em "Sem Pensar"

A direção de Sem Pensar é assinada pelo cineasta Luiz Villaça que, a meu ver, acerta mais no visual do que no comando do ótimo elenco. Além dos já citados há Kiko Marques e Kauê Telloli e mais quatro jovens. É uma montagem que distrai sem fazer pensar como o título já afirma.

Está em cartaz nos fins de semana no Teatro da Universidade Católica, o TUCA, que já abrigou Denise Fraga na re-estreia de A Alma Boa de Setsuan, espetáculo que lhe valeu o título de Melhor Atriz pela APCA.

Sem Pensar

Fotos: João Caldas

Teatro Tuca
(672 lugares)

Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes
Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br

Vendas pelo telefone: 4003.1212
Bilheteria: terças a quintas das 14h às 20h; sexta a domingo das 14h até o início do espetáculo.

Aceita dinheiro e cartões de débito. Cartões de crédito somente por telefone ou internet.

Estacionamento – Rua Monte Alegre, 835
Sexta e Sábado às 21h30. Domingo às 19h.

Ingressos: Sexta R$ 40 / Sábado R$ 60 / Domingo R$ 40

Duração: 100 minutos

Recomendação: 10 anos

Até outubro

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.