Sempre Um Papo recebe Bob Wolfenson em papo online e disponível nas redes sociais 

EM REDE – O Sempre Um Papo segue com a programação de 2021, ano de comemoração dos 35 anos do projeto, recebendo, no dia 19 de maio, quarta-feira, às 19h, o fotógrafo Bob Wolfenson para falar sobre o livro Desnorte,  que reúne uma seleção de  128 fotos, incluindo retratos e registros de viagem até nus e cenas de família. O encontro terá mediação de Afonso Borges. Essa será mais uma edição do #SempreUmPapoEmCasa, com acesso gratuito e transmissão no Youtube, Instagram e Fa, cebook do Sempre Um Papo.

O Sempre Um Papo é viabilizado com o patrocínio do Itaú, Rede Mater Dei e Usiminas, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Desnorte

A obra reúne uma seleção de trabalhos do artista e fotógrafo que completou, em 2021, 50 anos de carreira, com mais de 128 fotos feitas por ele, desde retratos e registros de viagem até nus e cenas de família.

Nascido em 1954, no bairro do Bom Retiro, em São Paulo, Bob Wolfenson foi criado no caldeirão sincrético judaísmo/socialismo. Com 16 anos, ainda como aprendiz na Editora Abril, o artista iniciava uma trajetória que se tornaria um chamado vocacional: o momento em que o trabalho fotográfico passa a ser central em sua vida, de tal forma que hoje é impossível dissociarmos artista e obra.

Com projeto gráfico e coedição do designer Eduardo Hirama, a publicação abrange fotos de moda, polaroides, imagens extraídas de seus livros/exposições, fotos de viagens, anotações fotográficas, álbuns de família e nus femininos feitos para trabalhos comissionados. Dispor lado a lado imagens de épocas, assuntos e lugares díspares – até mesmo inconciliáveis – mostra-se um grande desafio quando se pretende dar conta, ainda que de forma sucinta, de uma carreira tão longa e multifacetada.

Bob Wolfenson

Desde que iniciou sua trajetória profissional, aos 16 anos, no estúdio da Editora Abril, o paulistano Bob Wolfenson já trabalhou com os principais gêneros fotográficos. E o fez com sucesso, tanto em seu estúdio como em viagens pelo Brasil e o mundo afora – tomando café da manhã no salão vazio do Hotel Glória em Caxambu ou pedindo room service do Copacabana Palace. Uma das referências nacionais como retratista, fotógrafo de nus e de moda, Wolfenson transita entre a publicidade e a arte. Já trabalhou para as principais revistas de moda como Vogue, Elle, S/N, Playboy, Harper’s Bazaar, Marie Claire e Rolling Stones e publicou vários  livros como Jardim da Luz (Editora DBA/Companhia das Letras, 1996), Moda no Brasil por Brasileiros (Cosac Naify, 2003), Antifachada – Encadernação Dourada (Cosac Naify, 2004), Cinépolis (Schoeler, 2009), Apreensões (Cosac Naify, 2010),  Belvedere (Cosac Naify, 2013) e 24×36 (Schoeler Editions,2013). Seu trabalho, Nosoutros, foi apresentado na Galeria Millan no começo de 2017 e foi enviado para vários festivais no mundo afora. Wolfenson é também criador e editor da revista de arte e moda S/N. Muitas de suas obras fazem parte  dos acervos do Museu de Arte de São Paulo (Coleção Pirelli-MASP), do Itaú Cultural, Museu de Arte Moderna de Sao Paulo, Museu de Arte Brasileira – FAAP, Museu de Arte Contemporânea de São Paulo (MAC-USP), Zacheta National Gallery of Art (Varsóvia), entre outras coleções. Ademais, além de seus projetos autorais, em 2016, B.W. se envolveu como co-curador da exposição de Otto Stupakoff ao lado de Sergio Burgi, no Instituto Morreira Salles no Rio de Janeiro.

#SempreUmPapoEmCasa com Bob Wolfenson

Dia 19 de maio, quarta-feira, às 19h

Local: Youtube, Facebook e Instagram do Sempre Um Papo

Informações: www.sempreumpapo.com.br