SESC Pompeia sedia projeto em homenagem ao diretor e dramaturgo Augusto Boal

Redação do Aplauso Brasil (aplausobrasil@aplausobrasil.com

Augusto Boal

SÃO PAULOO projeto Pompeia Conta Boal tem curadoria de Sérgio de Carvalho (pesquisador e fundador da Companhia do Latão), da psicanalista Cecilia Thumim Boal (casada com Augusto Boal por 43 anos) e do SESC. O evento acontece de 13 de novembro a 14 de dezembro.

O objetivo é homenagear e resgatar a obra do diretor e dramaturgo Augusto Boal, uma das personalidades mais importantes da nossa cultura.

Neste sentido, a programação é dividida em temas: Dramaturgia e Pedagogia da Dramaturgia, Reflexão sobre Atuação, Relação entre Teatro e Música e Teoria e Prática do Teatro do Oprimido.

O público terá a oportunidade de conhecer detalhes da produção artística de Boal e entrar em contato com artistas que trazem o seu legado para as suas realizações profissionais.

As atividades serão inúmeras, entre elas, leituras dramáticas com atores como Lima Duarte, Nelson Xavier, Isabel Teixeira e Milton Gonçalves; debates com os dramaturgos Lauro César Muniz, Chico de Assis e Benedito Ruy Barbosa; shows com Tom Zé e banda, Zezé Motta e Juçara Marçal; além de palestras, mostra de filmes, workshops e demonstração de técnicas de laboratório.

Também haverá a estreia do espetáculo Zumbi, que será no dia 16/11, com sessões as sextas e sábados, às 21 horas. Domingos e feriados, às 19 horas.

A peça, de João das Neves, é uma releitura de Arena Conta Zumbi, escrita na época da ditadura militar por Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri. A montagem será encenada pela primeira vez por um grupo de dez atores negros, com direção musical de Titane.

O diretor Sergio de Carvalho ressalta que não é uma homenagem pessoal, mas sim fazer com que o trabalho de Boal contribua para a formação e o aprimoramento dos artistas que estão em atividade no momento: “O objetivo dos encontros é apresentar o trabalho de Boal como uma ferramenta para os artistas de hoje. Os encontros visam também realizar uma aproximação entre diferentes gerações interessadas na universalização do direito à arte”, diz o curador.

Sobre Arena Conta Zumbi

“Zumbi” – crédito Victor Novaes

Considerada o primeiro musical autenticamente brasileiro, trata da luta dos Quilombolas de Palmares e sua resistência ao jugo português.

A montagem utiliza o sistema Curinga (criado por Boal), no qual desaparece a noção do ator principal. Os protagonistas são representados por todos os atores, que se revezam no desempenho das cenas focadas sobre os pontos fortes da trama, deixando a um ator curinga a função de fazer as interligações entre os fatos, as pessoas e os processos.

Segundo o diretor João das Neves, a música e texto se entrelaçam e a sua adaptação é fazer com que a figura de Zumbi seja lembrada: “Nossa missão é reavivar a saga de um de nossos heróis fundadores, Zumbi, com a alegria e a fé de uma nação que começou realmente a ser construída ali, na Serra da Barriga, onde Boal, Guarnieri e Edu Lobo foram buscar inspiração para este Zumbi que vamos contar”, conclui João.

Ficha Técnica: Texto: Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri. Música: Edu Lobo. Direção Geral: João das Neves. Direção Musical: Titane. Elenco: Alysson Salvador, Benjamim Abras, Carla Gomes, Evandro Nunes, Júnia Bertolino, Kátia Aracelle, Ricardo Campos, Rodrigo Almeida, Rodrigo Jerônimo. Patrocínio: Petrobras e Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Duração: 125 minutos. Teatro. Capacidade: 270 lugares. Não recomendado para menores de 14 anos. R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 5,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).

Dias 16/11, 17/11, 18/11, 23/11, 24/11, 25/11, 30/11, 01/12, 02/12, 07/12, 08/12, 09/12. Sextas e sábados, às 21h. Domingos, às 19h.

 

Serviço:

Pompeia Conta Boal

SESC Pompeia – Rua Clélia, 93
Telefone para informações: (11) 3871-7700
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, ligue 0800-118220 ou acesse o portal www.sescsp.org.br.

Horário de funcionamento da Bilheteria – De terça a sábado das 9 às 21 horas e domingos e feriados das 9 às 19 horas (ingressos à venda em todas as unidades do SESC).

Formas de pagamento – Cheque, cartões de crédito (Visa, Mastercard e Diners Club International) e débito (Visa Electron, Mastercard Electronic, Maestro e Redeshop).

 

Michel Fernandes

Michel Fernandes, graduado em Jornalismo e pós graduado em Direção Teatral., escreveu de 2000 a 2012 críticas de teatro e reportagens para o iG. Em 2002 criou o Aplauso Brasil - www.aplausobrasil.com.br -, site voltado à noticias, resenhas e críticas teatrais, até hoje no ar. Integrante da APCA desde 2004, Michel Fernandes já esteve nas comissões do Prêmio Miriam Muniz, ProAC, Programa de Fomento ao Teatro de São Paulo, emtre outros Em 2012 criou o Prêmio Aplauso Brasil de Teatro. Em 2014 realiza Residência do Aplauso Brasil na SP Escola de Teatro. Em 2015 é crítico convidado da MITsp (Mostra Internacional de Teatro de São Paulo). Em 2016 é membro de comissão julgadora do Proac. Em 2017 faz parte do Conselho Consultivo do CCSP.

1 comentário

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*