SOLO “ALAVANCAS E DOBRADIÇAS” DE CÉLIA GOUVÊA TEM CURTA TEMPORADA EM SP

 Fernando Pivotto, para o Aplauso Brasil (fernando@aplausobrasil.com)

Alavancas e Dobradiças_Victor VieiraSÃO PAULO – A bailarina, com 50 anos de carreira, recusa o termo “espetáculo” e chama seu novo trabalho de “peça de dança”. O solo ocupa o espaço O Lugar de 27 a 29 de novembro e migra para o CCSP de 11 a 13 de novembro e pergunta: “o que é a dança para você?”

Interessada no despojamento, Célia Gouvêa apresenta a partir do dia 27 de novembro seu mais recente trabalho, Alavancas e Dobradiças. Sozinha no palco e utilizando apenas arame como elemento cênico, a bailarina está certa de que a simplicidade é fundamental em seu novo trabalho – tanto que opta pela designação “peça de dança” ao invés de “espetáculo”.

Entre relatos pessoais e a citações de filósofos ao som de Phillip Glass, Gouvêa apresenta trechos de coreografias antigas, como C-E-C-I-L-I-A (2001), Festarola (1988) e Assim Seja? (1984) a fim de responder a pergunta “o que é a dança para você?”.

ALAVANCAS E DOBRADIÇAS
Temporada O Espaço: de 27 a 29 de novembro de 2015. Sexta às 21h, sábado e domingo às 20h30.
Ingresso: R$10,00 ou R$5,00 (meia)
Endereço: Rua Augusta, 325

Temporada CCSP: de 11 a 13 de dezembro de 2015. Sexta e sábado, às 21h, domingo às 20h.
Ingresso: Grátis, com retirada 1h antes do início da peça.
Endereço: Rua Vergueiro, 1000.

Ficha Técnica
Coreografia e Interpretação: Célia Gouvêa
Produção: Ação Cênica
Assistente de produção e Iluminador: Rafael Petri

No Comments Yet

Leave a Reply

Seu email não será publicado

*